Augsburg bate Mainz com hat-trick de Finnbogason e se mantém fora da zona de rebaixamento
Finnbogason comemorando um de seu terceiro gol contra o Mainz 05 (Foto: Divulgação/Bundesliga)

Augsburg bate Mainz com hat-trick de Finnbogason e se mantém fora da zona de rebaixamento

Lutando para não cair, os donos da casa não tomaram conhecimento sobre os visitantes e venceram com show do islandês; dos três gols do jogo, dois foram de pênaltis marcados devido a "mão na bola"

leo_silva997
Leonardo José
FC AugsburgoKobel - Schimd, Khedira, Danso, Stafylidis - Morávek (Oxford 88'), Baier, Hahn, Ji Dong-Won (Ja-Cheol 68'), Gregoritsch - Finnbogason (Córdova 76'). Técnico: Manuel Baum.
1fsv-mainz-05Muller - Brosinski, Hack, Niakhaté, Aarón - Latza (Maxim 44'), Baku (Onisiwo 73'), Gbamin, Boetius - Mateta (Ujah 58'), Quaison. Técnico: Sandro Schwarz.
Placar0-1, min. 8, Finnbogason (P). 0-2, min. 34, Finnbogason (P). 0-3, min. 54, Finnbogason.
INCIDENCIASJogo válido pela 20ª rodada da Bundesliga, no SGL Stadium, às 12h30 (horário de Brasília).

O domingo de futebol na Bundesliga começou com Augsburg e Mainz em campo, na SGL Arena, pela 20ª rodada do Campeonato Alemão. Precisando da vitória para tentar escapar da zona de rebaixamento, a equipe treinada por Manuel Baum não tomou conhecimento dos visitantes, que ocupa o meio da tabela, e contou com a marcação de dois pênaltis para golear por 3 a 0, com direito a hat-trick do atacante islandês Alfred Finnbogason.

Jogando diante de sua torcida, o Augsburg não poderia decepcioná-la novamente, já que vinha de derrota (2 a 0) para o Mönchengladbach. Com isso, Manuel Baum botou seu time com atitude ofensiva. E deu resultado!

Logo aos seis minutos, o alemão Daniel Brosinski interceptou a trajetória da bola com o braço, e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Alfred Finnbogason converteu a penalidade em gol, de pé direito, chutando no ângulo superior direito do goleiro adversário (1 a 0).

A pressão dos mandantes continuou. Michael Gregoritsch e Kevin Danso tiveram chances de ampliar, mas falharam. Em meio aos ataques colorados, o árbitro Soren Storks acionou o VAR, aos 31', novamente por toque de mão dentro da área defensiva do Mainz. Dessa vez, o autor da façanha foi o francês Moussa Niakhaté. Após revisão no vídeo, Soren apontou a marca da cal. Finnbogason não perdoou e ampliou (2 a 0), agora chutando no outro canto, o esquerdo, aos 33 minutos.

Depois disso, o Augsburg diminuiu um pouco o ritmo, cadenciou o primeiro tempo e não sofreu nenhum perigo por parte dos Nullfünfer.

Já com o 2 a 0 posto no placar e com a autoridade de um mandante em campo, o Augsburg voltou para o segundo tempo sem a necessidade de ser tão ofensivo quanto na etapa inicial. Do outro lado, o técnico Sandro Schwarz pôs o Mainz para frente, tentando incomodar o time da casa. Robin Quaison chegou a exigir atenção da zaga colorada, mas, no contra-ataque, aos oito minutos, Jan Morávek deu assistência para Finnbogason ampliar ainda mais a vitória (3 a 0), de novo com o pé direito.

O gol foi um banho de água fria e acabou com o ânimo do Mainz, que, depois do terceiro tento, se preocupou em não tomar mais a fazer o reagir. Stafylidis e Córdova ainda tentaram o quarto gol, mas não foram felizes em suas finalizações. Dessa forma, o Augsburg provou que foi melhor que o Mainz, mesmo estando abaixo da tabela.

Agora, o Augsburg chega aos 18 pontos, na 15ª posição, quatro a mais que o Stuttgart, que ainda hoje joga na rodada. Enquanto isso, o Mainz ocupa o 11º lugar, com 27 pontos, cinco a mais que o Schalke, que vem logo atrás, e a quatro do Wolfsburg, o sexto, último da zona de classificação à Europa League.

Na próxima quarta-feira (6), o Augsburg visita o Holstein Kiel, às 15h30 (horário de Brasília), pela terceira fase da Copa da Alemanha. Em seguida, no domingo (10), também joga fora de casa, mas contra o Werder Bremem, às 12h30 (de Brasília). O Mainz 05 não tem compromisso pela Copa e só volta a jogar na sexta-feira (08), em casa, contra o Bayer Leverkusen, às 17h30 (de Brasília).

MEDIA: 4.6VOTES: 5
VAVEL Logo