Análise: quem são os favoritos nas oitavas da Champions League?
Divulgação / UEFA

Análise: quem são os favoritos nas oitavas da Champions League?

Competição volta na próxima terça-feira (12). Desde a fase de grupos, muita coisa mudou nos 16 clubes que restaram

sandroquintanilha
Sandro Quintanilha

A maior competição de clubes do mundo está de volta! A partir dessa semana, começam as oitavas de finais da Champions League. Desde os últimos jogos da fase de grupos, em dezembro, muita coisa mudou nos 16 times que restaram na luta pela orelhuda. 

Divulgação / UEFA
Divulgação / UEFA

Roma x Porto (12/02, 18h)

Mesmo tendo vencido seu último jogo, contra o Chievo, pela Serie A, o  clima no time italiano ainda é de muita tensão e incertezas. A relação dos Giallorossi com o técnico Eusebio di Francesco parece que vai de mal a pior, muito por conta do vexame na Coppa Italia, perdendo de 7 a 1 para a Fiorentina. A esperança dos romanistas cai sobre os ombros dos experientes De Rossi e Dzeko, que terão a missão de controlar os ânimos dentro do vestiário para poder garantir a classificação.

O Porto esboça um leve ânimo para poder avançar de fase, baseando-se, claro, na situação de seu rival. Os Dragões vão poder entrar sem preocupações, já que lideram a Primeira Liga com uma vantagem de quatro pontos para o vice líder Benfica. Uma outra motivação para os azuis e brancos é o dinheiro que pode vir com a vitória. Se chegar às quartas, os portistas vão arrecadar 10,5 milhões de euros. 

Manchester United x PSG (12/02, 18h)

Um importante destaque a ser feito é como o passar do tempo pode mudar as expectativas de um confronto de forma tão rápida. Se as apostas fossem feitas em dezembro, seria visível o favoritismo do clube francês. Porém, José Mourinho caiu e os Red Devils ressurgiram sob o comando de Ole Solskjær. São dez vitórias em 11 jogos, com 28 gols marcados e apresentando um futebol dominante. As referências ofensivas, como Pogba, Rashord e Martial estão vivendo seu melhor momento na temporada.  

Enquanto os ingleses celebram sua grande fase, os parisienses sofrem com as lesões de seus principais jogadores. Neymar, o principal nome do time, está fora, devido a uma nova fratura no metatarso do pé direito. Cavani também não joga, o uruguaio teve um problema na coxa após cobrar um pênalti, contra o Bourdeaux, pela Ligue 1.  Mesmo assim, não se pode negar a força dos Rouge-et-Bleu, que ainda contam com Mbappé no seu elenco. 

Divulgação /Uefa
Divulgação /Uefa

Borussia Dourtmund x Tottenham (13/02, 18h)

Os  auri-negros vem de alguns tropeços, estão sem vencer a três jogos e vendo o Bayern de Munique encostar na briga pelo título da Bundesliga. Porém, é inegável que a equipe alemã  vem mostrando um futebol encantador nessa temporada. Liderados por Marco Reus, que está conseguindo ter uma boa sequência de jogos, o time comandado por Lucien Favre também conta com jogadores promissores que vem pedindo espaço, como o inglês Jadon Sancho.

Regularidade é quase que o sinônimo do futebol do Tottenham nos últimos anos. Os Lillywhites estão sempre apresentando elencos competitivos, mesmo sendo fato que eles sempre acabam correndo por fora na luta pelo título da Premier League. Um fator que pode fazer a diferença é o entrosamento da equipe, já que o clube londrino vem conseguindo manter seus principais jogadores, como Christian Eriksen, Harry Kane e Dele Alli.

Ajax x Real Madrid (13/02, 18h)

Quando analisado em dezembro, era viável dizer que o Ajax poderia surpreender e eliminar o atual campeão da Champions, mas hoje já é possível colocar o favoritismo nas mãos dos Galáticos. Os holandeses vem vivendo altos e baixos nas últimas partidas. Uma ferida recente foi a goleada sofrida para o rival Feyenoord, por 6 a 2. Além disso, os Godenzonen perderam a liderança da Eredivisie.

Já os Merengues parecem finalmente ter ligado as engrenagens e começaram o processo de superação da perda de Cristiano Ronaldo e Zidane. Los Blancos vem de dois clássicos fora, um  empate contra o Barcelona, pela Copa del Rey, e uma vitória contra Atlético de Madrid, pela La Liga. O torcedor Madridista conta com muitos fatores para acreditar na classificação, entre eles, o início da ascensão de Vinícius Júnior como titular.

Divulgação / Uefa
Divulgação / Uefa

Lyon x Barcelona (19/02, 17h)

Mesmo sabendo da dificuldade, o torcedor do Lyon vem empolgado com o momento do time e promete encher o Parc Olympique Lyonnais. Isso se deve ao fato dos Les Gones estarem a sete jogos sem perder, sendo os últimos cinco apenas vitórias. A esperança do OL é garantir um bom resultado em casa, para conseguir administrar a vantagem no Camp Nou.

Os Blaugranas sabem da superioridade e do favoritismo que carregam para essa partida. Mesmo assim, a instrução passada pelo técnico Ernesto Valverde é sobre foco, evitar a soberba para fazer boas apresentações. Buscando acabar com a sequência de títulos do maior rival, Real Madrid, o Barça não deve contar com Arthur,que sofre de uma lesão muscular, mas terá a genialidade de Messi, além do matador Suarez.  

Liverpool x Bayern de Munique (19/02, 17h)

Ao lado de Manchester United x PSG, um dos duelos mais esperados pelos amantes do futebol. O atual vice-campeão da Champions vem fazendo grande temporada, tanto que lideram a Premier League, considerado a liga mais difícil do mundo. Mas, a vida do Liverpool pode ficar dividida, já que o vice-líder do inglês, Manchester City, está colado na briga pelo título. Talvez os Reds precisem definir pelo que querem brigar.  A esperança da torcida é que o trio Salah, Firmino e Mané, consigam levar os dois troféus para Anfield.

Após um início de temporada muito abaixo das expectativas, os Bávaros conseguiram se acertar e voltaram a incomodar na Bundesliga. Porém, o Bayern ainda dá folga para o Borussia Dortmund na liderança e possivelmente vai priorizar um título continental, que não vem desde 2013. Robert Lewandowski vem sendo o grande nome da equipe e é a principal ameaça de gol aos adversários. 

Divulgação / Uefa
Divulgação / Uefa

Atlético de Madrid x Juventus (20/02, 17h)

No jogo das duas equipes que vem batendo na trave nas últimas edições da Champions, a equipe italiana é a que segura o favoritismo para passar de fase. Isso se deve muito ao fator investimento que  La Vecchia Signora fez nessa temporada. Com um elenco recheado de craques que já se mostraram decisivos, como Cristiano Ronaldo, DybalaDouglas Costa, além da enorme folga construída na Serie A,  revelam o porque os Bianconeros são fortes candidatos não só a  a classificação, mas também ao título.

Os Colchoneros já provaram ser um time acostumado a surpreender e  quebrar a lógica. O diferencial das equipes montadas por Diego Simeone se dá por conta da consistência. Tanto o sistema defensivo quanto o ofensivo são muito seguros e isso dá uma confiança maior para todo o elenco quando o assunto é criação de jogadas. Além disso, os Rojiblancos não ficam pra trás quando o critério é nome de peso,  Oblak e Griezmann são provas disso.

Divulgação / Uefa
Divulgação / Uefa

Schalke 04 x Manchester City (20/02, 17h)

Possivelmente o jogo mais simples de se apontar quem avança para as quartas. Os ingleses possuem um elenco bastante superior tecnicamente, além de ser mais entrosado e  com Guardiolismo como ideologia. Os SkyBlues possuem em praticamente todo o time titular, referências da posição,  como Aguero no ataque e De Bruyne no meio.

O ambiente dos Azuis Reais é ruim e a situação do clube na Bundesliga beira a crise. O time ocupa a 14ª posição na tabela, com apenas 22 pontos. Dificilmente o foco dos alemães será conquistar uma classificação heroica,  abrindo mão de tentar melhorar e buscar alívio no campeonato nacional.

VAVEL Logo