Sem problemas! Sevilla bate Lazio dentro de casa e avança às quartas da Europa League
Reprodução/Sevilla

Sem problemas! Sevilla bate Lazio dentro de casa e avança às quartas da Europa League

Com o estádio lotado e bastante facilidade, espanhóis fazem 3 a 0 no placar agregado e seguem na competição europeia

gabriel_oandrea
Gabriel Andrea
Sevilla FCVaclik, Mercado, Kjaer, Sergi Gómez, Jesús Navas, Escudero (Promes, min. 6), Roque Mesa (Rog, min. 82), Franco Vázquez, Sarabia, André Silva (Amadou, min. 64), Ben Yedder
LazioStrakosha, Patric (Joaquín Correa, min. 49), Acerbi, Radu, Marusic, Milinkovic-Savic (Rômulo, min. 56), Badelj (Durmisi, min. 76), Catali, Lulic, Immobile, Caicedo
Placar1-0, min. 2, Ben Yedder. 2-0, min. 78, Sarabia.
INCIDENCIASPartida de volta válida pelas oitavas-de-final da UEFA Europa League. Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, Sevilla, Espanha

Depois de uma boa vitória fora de casa, o Sevilla recebeu a Lazio no Estádio Ramón Sánchez Pizjuán, na última quarta-feira (20) em busca de consolidar sua ida para as quartas-de-final da Europa League, aproveitando o gol feito no 1 a 0 como visitante na Itália. Mesmo a pressão pelo tento por parte da equipe visitante, a partida tinha dois times bastante parelhos e que tinham todos os requisitos para brigar por espaço com qualidade, sempre com equilíbrio.

Mesmo com a vantagem mínima, Pablo Machín foi bem “ousado” ao escalar apenas Roque Mesa como o único volante com características exclusivamente defensivas. No meio para a frente, o Sevilla foi a campo praticamente com seis jogadores com um bom rendimento de ataque.

Já a Lazio, que procuraria o resultado desde cedo no jogo, foi escalado por Simone Inzagui também com um time bastante agressivo. Os ex-atacante da seleção italiana optou por um 3-2-3-2 com dois centroavantes de origem, bem acostumados a procurar o gol a todo o momento. Immobile e Caicedo fizeram tal papel.

Assim como foi o jogador que mais fez diferença na primeira partida, Ben Yedder foi quem mais tentou as ações ofensivas para o time Espanhol no início do jogo. O francês não se contentava em ficar centralizado, sempre procurando as jogadas pelos flancos do campo quando tinha boas oportunidades em velocidade. Foi ele mesmo quem teve a primeira boa oportunidade da partida, logo aos 7 minutos, em uma bola jogada para a área com força pelo lado direito de ataque do Sevilla.

Na marca dos 18 minutos de partida, Cataldi teve uma boa chance para abrir o placar para a Lazio em uma precisa cobrança de falta. A bola, porém, passou a centímetros da trave de Vaclik. Um minuto depois veio a resposta do time da casa, com o ótimo Ben Yedder. O camisa 9 da equipe espanhola aproveitou o rebote de Strakosha no chute de Pablo Sarabia e fez o 1 a 0 para o mandante, marcando seu terceiro gol na competição europeia.

Mesmo após o tento, a equipe da casa “não tirou o pé”, sem dar tempo hábil de reação imediato para a Biancocelesti. O time visitante simplesmente não conseguia incomodar um Rojiblancos organizado e com um 2 a 0 no placar agregado.

Milinkovic-Savic e Badelj eram os únicos jogadores que deram mais trabalho para os espanhóis, já que carregavam a equipe naquela zona e tinham boa capacidade de passes. Num erro de ataque do Hispalenses, o time da casa teve sua melhor chance do primeiro tempo, isso apenas aos 39 minutos. Immobile recebeu a bola livre na entrada da área, mas acabou pegando muito embaixo e mandando a bola longe do gol. Aos 43’, Milinkovic teve uma nova chance de ataque, desta vez de cabeça, mas também a desperdiçou.

No final das contas, com muita superioridade os Sevillistas retornaram ao vestiário de forma tranquila e sob os aplausos de seu torcedor, que viu uma excelente apresentação de sua equipe nos 45’.

Logo na volta do jogo, Inzaghi trocou o defensor Patric por Joaquín Correa para tentar forçar as jogadas de ataque pelo lado. A estratégia funcionou de imediato, já que o Sevilla se fechou e passou a receber mais perigo. Com 10 minutos de segundo tempo, Acerbi foi lançado cara-a-cara com o goleiro Vaclik porém viu o goleiro fechar o canto para fazer uma interceptação espetacular com seus pés e evitar o empate do time italiano.

Aos exatos 15 minutos, Franco Vázquez fez uma dura falta, foi advertido com o segundo cartão amarelo e deixou o time da casa com um jogador a menos, dificultando ainda mais as ações para o Sevilla.

Surgiu aí a grande oportunidade da Lazio para ir para frente de vez e procurar os gols que necessitava. Com o jogador a menos, Machin sacou André Silva para que Amadou entrasse para fechar o lado direito do campo.

Faltando 20 minutos para o final da partida, Immobile teve outra boa chance para deixar o placar igualado, mas forçou uma bola para encobrir Tomás Vaclík e acabou falhando a tentativa.

Para a sorte do Rojiblanco, Marusic acertou uma cotovelada maldosa em Navas e foi expulso direto pelo juiz inglês. Esse foi o grande momento de alívio para o mandante no jogo, que já não se via tão ameaçado como antes, novamente com o mesmo número de jogadores dentro de campo.

Em uma belíssima tabela com Jesus Navas, Pablo Sarabia avançou com facilidade e fez o segundo gol dos Hispalenses na partida, o 3º do time da Espanha no placar agregado. O 2 a 0 deu uma tranquilidade enorme para o torcedor do time mandante.

O ritmo do jogo se manteve o mesmo até o final. Com a devida facilidade, o Sevilla apenas esperou o apito final para comemorar sua classificação às quartas da Europa League com o 3 a 0 no placar cheio.

VAVEL Logo