Florença e a Itália homenageiam Astori um ano após morte do ex-capitão da Fiorentina
Foto: Divulgação/ACF Fiorentina

Florença e a Itália homenageiam Astori um ano após morte do ex-capitão da Fiorentina

Com a presença de ex-companheiros e familiares, missa foi celebrada na Toscana em homenagem ao zagueiro que faleceu na concentração da equipe ano passado

bruno-da-silva
Bruno da Silva

Um ano depois, nem todas as feridas ainda foram curadas. A Fiorentina continua homenageando Davide Astori todos os dias, com a inscrição 'DA13' na faixa de capitão, várias bandeiras na torcida e o seu Centro de Treinamento nomeado em honra ao seu ex-capitão. Nesta segunda-feira (4), Florença se uniu para lembrar o zagueiro.

A Fiorentina deveria ter entrado em campo nesta segunda-feira (4), mas pediu uma mudança na data para que esse dia fosse guardado - no domingo (3), a Viola perdeu em Bérgamo para a Atalanta por 3 a 1, em jogo que teve paralisação aos 13 minutos para um minuto emocionante de homenagens a Astori, assim como aconteceu em todos os jogos da rodada da Serie A.

Nesta segunda-feira (4), foi realizada uma missa em memória a Astori na cidade de San Pellegrino Terme, na região da Toscana, para ex-companheiros, familiares e dirigentes. Uma nova celebração, aberta ao público, acontecerá na próxima terça-feira (12), em Florença.

Em Florença, monumentos da cidade foram iluminados em homenagem ao ex-jogador da Fiorentina e da Seleção Italiana. Além disso, a Fifa, Uefa, Federação Italiana e vários ex-companheiros lembraram a morte trágica de Astori. Em comunicado, a Viola agradeceu todas as mensagens e reforçou que seu ex-capitão estará 'sempre presente' no clube.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

È stato il giorno più difficile della nostra carriera. Un dolore immenso, un grande vuoto... 😇 🙏

Uma publicação compartilhada por Jordan Veretout (@jordanveretout17) em

Davide Astori, aos 31 anos, foi encontrado morto na manhã do dia quatro de março de 2018 enquanto dormia, no hotel La di Moret, em Údine, onde a Viola estava concentrada para enfrentar a Udinese, pela Serie A. A autópsia apontou que a causa da morte foi natural por parada cardíaca durante o sono.

VAVEL Logo