Com show de Lucas Moura, Tottenham goleia Huddersfield pela Premier League
Foto: Reproução/Tottenham

Com show de Lucas Moura, Tottenham goleia Huddersfield pela Premier League

Spurs fizeram jogo de paciência contra os terriers e protagonizaram mais uma vitória contra os lanteras; O brasileiro faz uma bela apresentação com direito a hat-trick; Já são três jogos e sequer um gol dos times adversários

andreandrade
André Andrade

O jogo foi futebol mas pode se dizer que a estratégia de ambos os times foi parecida de paciência. O Tottenham recebeu o Huddersfield na manhã deste sábado (13), no  Spurs Stadium, em jogo válido pela 34ª rodada da Barclays Premier League.

Amplo domínio dos donos da casa

Era notório não só pela posição na tabela, onde os spurs ocupavam a quarta colocação, antes do início do jogo, e o terriers amargavam a lanterna, mas também pela formação das equipes em campo. O time de Mauricio Pochettino fazia valer o fator casa e a qualidade da sua equipe, mesmo sem a presença do artilheiro Harry Kane que se machucou no jogo contra o Manchester City, válido pela Champions league.

Do outro lado, a esquadra de Jan Siewert jogava quase que com os 11 jogadores atrás da linha do meio-campo, simulando um muro preto e vermelho, já que jogava fora de casa e teve que se apresentar com o uniforme de visitante, tentando explorar as saídas em contra-ataque com o trio Kachunga, BacunaAhearne-Grant.

A diferença era tão grande que em dado momento do jogo, os donos da casa chegaram a tocar mais de 190 passes enquanto os visitantes não trocaram mais de 10. E com tanta pressão dos londrinos, o gol, ainda no primeiro tempo, era questão de tempo. E assim aconteceu.

Aos 23 minutos do primeiro tempo, em mais uma troca de passes, Davies tocou para Llorente que fez uma parede e deixou a bola para para Wanyama que driblou o goleiro e abriu o placar para festa da torcida londrina. 1 a 0. A pressão continuava e a defesa tentava continuar bem postada para não sofrer mais um gol. Um ato falho.

Porque com 26 minutos da etapa inicial, três minutos depois, em jogada pelo lado direito, Sissoko tocou para o brasileiro Lucas Moura que, já dentro da área, chutou cruzado de pé direito para ampliar a vantagem. 2 a 0. Depois disso, o Tottenham apenas administrava a já boa vantagem enquanto o Huddersfield não esboçava qualquer tipo de reação, encerrando assim a primeira etapa do jogo.

No segundo tempo... mais Tottenham

Na etapa final, era de se esperar um Huddersfield mais exposto, com  saída de bola mais veloz e uma linha ofensiva mais em cima dos zagueiros dos spurs. Pois quem esperava, se deu mal. Os terriers mantiveram sua linha defensiva até a marca dos 68 minutos, quando o lateral Durm saiu para a entrada do atacante Mounié.

Do lado londrino, apenas o goleiro Lloris não fazia uma bela partida porque sequer sujava seu uniforme em algum lance de perigo dos visitantes. O goleiro mal participava do jogo por conta da bela apresentação dos seus companheiros de equipe. Como costumamos dizer informalmente, o jogo estava "nas mãos" do Tottenham.

Por isso, Pochettino já começava a tirar algumas peças importantes do seu time titular para dar chance para outros jogadores. Com isso, Sissoko foi o primeiro a deixar o campo, aplaudido pelos mais de 58.000 torcedores, para dar lugar ao meia Skipp. A mudança até surtiu efeito. Mas para os terriers.

Em raro lance ofensivo, Hogg deu um passe cirúrgico para Mounié, que cabeceou no contrapé do goleiro francês que só torceu pra bola não entrar. A redonda apenas tirou tinta da trave e salvou os spurs de ver sua vantagem diminuir um pouco. E não parou por aí.

Aos 79 minutos, em bela cobrança de falta, Bacuna bateu colocado e obrigou Lloris a se esticar por inteiro para fazer a defesa. Os visitantes já esboçavam uma reação em duas jogadas de perigo para o gol do time londrino. O time de preto e vermelho chegava com mais frequência ao ataque.

Aos 87 minutos, Walker-Peters fez bela jogada no meio e tocou para Eriksen que enxergou Lucas no meio da grande área. O brasileiro domina rápido e chuta no canto do goleiro Hamer, que nada pode fazer. 3 a 0. Para quem achou que o brasileiro estava satisfeito, estava enganado.

Já nos acréscimos do jogo, em jogada de velocidade, Son serviu o brasileiro que fechou a conta na partida com seu hat trick, batendo no ângulo do goleiro Hamer. 4 a 0. Se Pochettino tinha uma certa dúvida em quem escalar no jogo de volta da Champions league contra o Manchester City, Lucas já deixou claro de que está com seu faro de gol afiado.

Como fica

Com a vitória o Tottenham chega aos 67 pontos e passa o Chelsea com a diferença de um ponto. Na próxima rodada, vai até o Etihad Stadium enfrentar os Citizens, também adversário nas quartas de final da Champions league. Do outro lado, o Huddersfield se mantém na lanterna e enfrenta o Watford no John Smith's stadium.

VAVEL Logo