Com golaço de Richarlison, Everton atropela United no Goodison Park pelo Inglês
Com um belo voleio, Richarlison abriu o marcador (Divulgação / Everton)

Com golaço de Richarlison, Everton atropela United no Goodison Park pelo Inglês

Partida também contou com os gols de Sigurdsson, Digne e Walcott, para os Toffees

sandroquintanilha
Sandro Quintanilha
Everton FCPickford; Coleman; Zouma; Keane; Digne (Jagielka); Schneiderlin; Gueye (McCarthy); Bernard; Calvert-Lewin; Sigurdsson; Richarison (Walcott)
Manchester UnitedDe Gea; Dalot; Smalling; Jones (Young); Lindelöf; Matic; Fred (McTominay); Pogba; Lukaku;Martial Rashford (Andreas Pereira)
Placar1-0, min. 12, Richarlison. 2-0, min. 28, Sigurdsson. 3-0, min. 55, Digne. 4-0, min.63, Walcott.
INCIDENCIASPartida válida pela rodada 30 da Premier League, disputada no estádio Gooson Park, às 09h30

No domingo de Páscoa na Premier League,  o Everton garantiu que não vai faltar chocolate para Manchester United, aplicando um goleada de 4 a 0, dentro do Goodison Park. RicharlisonSigurdsson, Digne e Walcott foram os autores dos gols do jogo. 

Sem tomar conhecimento de quem estava do outro lado, os donos da casa foram pra cima e conseguiram seu gol logo cedo, aos doze minutos. Pelo lado esquerdo, Digne cobrou um lateral para dentro da área e, depois de um bate-rebate, a bola caiu nos pés de Richarlison, que acertou um voleio para vencer De Gea. 

Os Red Devils tentaram se soltar em campo para buscar o empate, mas quem se aproveitou dessa estratégia foram os Toffees que, em contra-ataque, conseguiram ampliar. Em jogada de velocidade, Sigurdsson encontrou a zaga adversária bagunçada e arriscou um chute de fora, rasteiro, que foi no canto direito da meta. 

Com um futebol apático, o United pouco chegou a representar algum tipo de ameaça durante toda a primeira etapa. Sem conseguir espaços para sair do campo de defesa, a única chance veio após um levantamento de Rashford para a área, mas a zaga tranquilamente afastou o perigo. 

Com chute de longe, Sigurdsson ampliou, ainda na primeira etapa (Divulgação / Everton)
Com chute de longe, Sigurdsson ampliou, ainda na primeira etapa (Divulgação / Everton)

O ritmo do segundo tempo foi como terminou o primeiro, só uma equipe jogando. E assim como nos primeiros minutos, os Blues marcaram mais um logo de cara, estabelecendo a goleada. Após cobrança de escanteio fechada, De Gea afastou de soco, mas Digne pegou o rebote com um chute de primeira, que passou por todo mundo e caiu no canto esquerdo das redes. 

Pouco depois veio o quarto. Mais uma vez começando em um lateral, e com os atacantes muito mais rápidos que os defensores, Walcott avançou livre pela esquerda, ficando cara a cara com o goleiro e guardando  com facilidade no canto direito. 

Com o jogo se aproximando do final, os visitantes, que não tinham muito mais o que perder, passaram a ficar mais no campo de ataque, tentando algumas finalizações sem muito perigo. Os mandantes administraram bem essa pressão e garantiram a vitória. 

Com o resultado, os Red Devils ficam na sexta colocação, com 64 pontos, perdendo a chance de encostar na zona de classificação para a Champions League. Logo atrás estão os Toffees, com 49 pontos, passando o Watford nos critério de saldo de gols. 

Na próxima quarta-feira (24), o Manchester United faz o clássico contra o Manchester City, no Old Trafford, às 16h (Horário de Brasília). No sábado (27), o Everton visita o Crystal Palace, no Selhurst Park, às 11h.

VAVEL Logo