Cirúrgico, West Ham vence o Tottenham pelo placar mínimo no derby de Londres
(Foto: Reprodução/West Ham)

Não importa a sua colocação no campeonato. Clássico é clássico! Tottenham e West Ham duelaram na manhã deste sábado (27), no Hotspur Stadium, em jogo válido pela 36ª rodada da Barclays Premier league. O derby londrino teve uma atmosfera de um confronto de cavalheiros ou um singelo amistoso. Pelo menos no primeiro tempo.

Os donos da casa começaram com perigo em um lance do sul-coreano Son em uma jogada de velocidade. O atacante, que por sinal vive ótima fase na sua carreira, entrou na área e bateu forte de esquerda no canto do goleiro Fabianski. Do lado dos Hammers, Felipe Anderson teve duas chances claras de gol.

A primeira foi em uma bela jogada de contra-ataque onde o jogador recebeu um belo passe de Snodgrass mas bateu fraco, tranquilizando o goleiro Lloris. Os parceiros de ataque do brasileiro, Arnautovic e Michail Antonio ficaram uma fera com o camisa oito, porque estavam em uma posição melhor de concluir à gol. No mais, o jogo foi morno e sem grandes emoções.

Segundo tempo valendo o ingresso

Na etapa final, aconteceu o inverso. Foram os visitantes que deram as cartas. Com dois minutos de jogo, Noble fez lançamento para Arnautovic que viu Fredericks chegando em velocidade. O lateral recebeu e bateu forte de primeira para defesa segura do goleiro francês. Os times, mesmo não abrindo o marcador, trabalhavam muito bem a bola. Era notório o belo trabalho dos treinadores Pochettino e Pellegrini.

O Tottenham, a partir dos 53 minutos de jogo, já mandava na partida. Tinha mais posse de bola e trabalhava a bola no campo de ataque dos hammers. Naturalmente, o que impedia dos Spurs soltarem o grito de gol, era o perfeito jogo tático defensivo montado pelo West ham. Principalmente pelos lados com os laterais Fredericks e Masuaku.

Por sua vez, os Irons, tentavam emplacar um contra-ataque perigoso com o seu trio veloz e os lançamentos de Snodgrass e Noble. E pra quem achava que o gol dos Spurs era só questão de tempo, não reparou que se tratava de um clássico, que em qualquer lugar do mundo, ninguém consegue prever nada.

E com 66 minutos do segundo tempo, em uma jogada inusitada por conta dos papéis invertidos, saiu, finalmente, o gol dos visitantes na nova casa do Tottenham. Em passe longo de Arnautovic pelo lado esquerdo, Antonio recebe a bola e estufa a rede de Lloris com o pé direito. Foi o primeiro gol de um adversário dos spurs em seu novo estádio. 0 a 1.

O desespero do mandante estava evidente tanto na troca de passe quanto nas substituições. A atuação já não era uma das melhores. Antes mesmo de ter as redes balançadas, Pochettino sacou o brasileiro Lucas Moura e colocou o atacante Llorente. Logo após o tento de Antonio, o argentino tirou o lateral Rose e colocou mais um atacante. Jansen.

Pelo lado dos hammers, Pellegrini colocou Obiang e tirou Snodgrass. Além disso, trocou  Arnautovic por Lucas Perez e sacou Noble para a entrada de Ogbonna. Tudo para confirmar a importante vitória. Os jogadores de ambos os times pareciam incansáveis mas todo detalhe era importante para que nada saísse do controle. E quando houve um pequeno deslize, quase custou caro.

O zagueiro-lateral Foyth fez bela jogada pela direita e cruzou para Llorente que cabeceou forte na pequena área. O gol estava desenhado mas Balbuena conseguiu salvar os três pontos para os visitantes já nos acréscimos.

Com a vitória o West ham chega aos 46 pontos se mantém na 11ª colocação. Na próxima rodada, enfrenta o Southampton no Olímpico de Londres no próximo sábado (04) às 11h. Já o Tottenham se mantém na terceira posição e na segunda (06), enfrenta o Bournemouth no Vitality Stadium às 16h.

VAVEL Logo