Wayne Rooney faz críticas profundas a alguns jogadores do Manchester United
Rooney também falou em respeitar o técnico do clube (Foto: Divulgação/DC United)

A temporada do Manchester United foi desastrosa, no início, José Mourinho barrou alguns jogadores, comprou brigas e foi demitido em dezembro de 2018, depois disso, os Diabos Vermelhos anunciaram Ole Gunnar Solskjaer como técnico interino, nesse período, o clube inglês alcançou 14 vitórias em 19 jogos, parecia que o problema tinha sido resolvido.

A diretoria do United efetivou Solskjaer no meio da temporada e depois disso o time caiu de rendimento novamente, até ser eliminado pelo Wolverhampton na FA Cup, cair para o Barcelona na Champions League e finalizar a Premier League na 6° colocação, onde empatou com Huddersfield e perdeu para Cardiff City nas últimas duas partidas.

Hoje no DC United, da MLS, liga americana e maior artilheiro da história do Manchester United, Wayne Rooney fez críticas profundas aos jogadores ao elenco Red Devils durante um podcast.

"Acho que os jogadores precisam temer alguém. Eles precisam temer Ole Gunnar. Eles precisam temer Michael Carrick (auxiliar técnico). Eles precisam respeitá-los, mas também temerem", comentou.

Rooney também criticou os jogadores que usam as redes sociais em excesso, mas não citou nomes: "A forma do jogo mudou, a sociedade mudou. Existem as redes sociais. Tem atletas perdendo jogos e, logo depois, postando coisas sobre sua nova linha de roupas, seu creme pós-barba ou qualquer outra coisa que estejam trazendo. Acho isso inacreditável", afirmou.

"Esses jogadores quase sempre gostam de encontrar algo ou alguém para se esconder, seja nas redes sociais ou no campo de futebol. É isso o que eles estão fazendo", continuou.

Recentemente, os noticiários ingleses publicaram que as maiores estrelas do elenco não tem garantia no cube, jogadores como De Gea, Pogba, Sánchez, Martial e Lukaku. Antes da Premier League acabar, a imprensa inglesa publicou que poderia haver várias saídas, Ander Herrera e Antonio Valencia foram os primeiros a deixarem a equipe.

VAVEL Logo