Finalistas da UCL, Liverpool e Tottenham estiveram muito perto da eliminação na fase de grupos
Foto: Divulgação/Liverpool FC

Finalistas da UCL, Liverpool e Tottenham estiveram muito perto da eliminação na fase de grupos

Ambas equipes foram para última rodada de suas chaves pressionadas em busca de resultados e só avançaram nos critérios de desempate

bruno-da-silva
Bruno da Silva

Garantidos na decisão da Uefa Champions League em partidas emocionantes no mata-mata, Liverpool e Tottenham por pouco não saíram da competição logo na fase de grupos. As duas equipes chegaram à última rodada das suas chaves pressionadas e avançaram - com mais ou menos drama - na 'bacia das almas', ambos no dia 11 de dezembro de 2018.

É verdade que os dois ingleses tiveram adversários muito complicados logo de cara. O Liverpool disputou o Grupo C ao lado de Paris Saint-Germain, Napoli e Estrela Vermelha. Após uma vitória heroica por 3 a 2 sobre o PSG na estreia, os Reds perderam para o Napoli fora de casa e golearam o Estrela Vermelha para fechar o primeiro turno com tranquilidade.

No returno, porém, uma surpreendente derrota na Sérvia por 2 a 0 foi seguida de novo revés: 2 a 1 para o Paris Saint-Germain na França. O Liverpool entrou em campo na rodada decisiva como terceiro colocado, e só uma vitória interessava contra o Napoli. No Anfield, Salah marcou aos 34 do primeiro tempo e Alisson salvou os Reds com grandes defesas para garantir a vitória magra.

Alissou brilhou para garantir Reds no mata-mata (Foto: Divulgação/Liverpool FC)
Alissou brilhou para garantir Reds no mata-mata (Foto: Divulgação/Liverpool FC)

Os comandados de Jürgen Klopp se qualificaram em segundo lugar, atrás do PSG, somando três vitórias e três derrotas na fase de grupos.

O Liverpool entrou em campo na rodada decisiva como terceiro colocado, e só uma vitória interessava contra o Napoli. Salah foi o homem decisivo e marcou o gol da classificação dos Reds

Os obstáculos do Tottenham foram ainda maiores. O Grupo B era igualmente ou até mais complicado que o do Liverpool. Os Spurs encararam logo de cara BarcelonaInternazionale e PSV. Os ingleses estrearam com derrota dramática por 2 a 1 em Milão, sofrendo dois gols após os 40 do segundo tempo, e depois foram derrotados pelo Barça no Wembley por 4 a 2.

Na terceira rodada, mais um resultado dolorido. Após sair atrás e buscar a virada, o time de Mauricio Pocchettino sofreu o empate do PSV na Holanda já aos 42 do segundo tempo, e fechou o turno com apenas um ponto, cinco a menos que a Inter. 

Jogando no tudo ou nada contra o PSV em Wembley, os Spurs perdiam até os 33 do segundo tempo, quando Harry Kane brilhou e marcou duas vezes para reacender as chances dos londrinos. Na sequência, em confronto de vida ou morte, o Tottenham contou com gol de Eriksen aos 35 da segunda etapa para bater a Inter por 1 a 0.

 Tottenham e Inter chegaram à última rodada empatados, com vantagem no confronto direto para os ingleses, mas com adversários de bem diferentes - os italianos recebiam o eliminado PSV, enquanto os Spurs visitariam o Barcelona

Assim, Tottenham e Inter chegaram à última rodada empatados em sete pontos, com vantagem no confronto direto para os ingleses, mas com adversários de níveis bem diferentes - os italianos recebiam o eliminado PSV, enquanto os Spurs visitariam o Barcelona.

Ambos saíram atrás no placar, mas a Inter buscou o empate aos 73', resultado que eliminaria o Tottenham. Os Spurs, como ficou marcado nessa edição de UCL, buscaram a redenção no final. Lucas Moura, já aos 85', marcou um gol decisivo no Camp Nou para empatar a partida em 1 a 1. Contando com o tropeço dos italianos em Milão, os ingleses sobreviveram. O time somou oito pontos na fase de grupos, com duas vitórias, dois empates e duas derrotas.

Lucas fez gol decisivo em Barcelona (Foto: Divulgação/Premier League)
Lucas fez gol decisivo em Barcelona (Foto: Divulgação/Premier League)
VAVEL Logo