Apesar da derrota na estreia, Scaloni elogia atuação da equipe e afirma: "Estamos no caminho"
Foto: Divulgação / AFA

A Argentina começou a Copa América com o pé esquerdo. Na Fonte Nova, a albiceleste perdeu para a Colômbia por 2 a 0 e encontra-se na última posição do Grupo B. Mas para o treinador Lionel Scaloni, que estreou em jogos oficiais pela seleção, podem ser tiradas lições positivas do resultado negativo. Em entrevista coletiva após a partida, o técnico elogiou a atuação da equipe e destacou que o desempenho foi satisfatório.

"A variação no segundo tempo, acredito que fomos melhores. Fizemos dois ou três ajustes, especialmente com Barrios, que não estava só, mas toda a equipe apresentou uma mudança, foi para frente, tentou manter a bola. Houve uma mudança de atitude. Falávamos de muitas coisas ali. O segundo tempo foi digno de Argentina. A Colômbia também é uma boa equipe".

Perguntado sobre o peso da derrota, Scaloni tranquilizou e ressaltou que foi apenas o primeiro jogo na Copa América. A Argentina ainda enfrentará Paraguai e Catar.

"Nós sabemos que é um torneio longo, temos mais duas partidas e certamente passaremos. É melhor ficar com o que foi bom e consertar os erros que tivemos ao longo da partida. É apenas o primeiro jogo da Copa América".

O treinador fez também uma análise da performance de sua seleção nas duas etapas do duelo contra os colombianos. De acordo com ele, o time evoluiu e mudou a postura no segundo tempo, levando o gol justamente quando estava melhor dentro de campo.

"Começamos muito bem e logo eles conseguiram dominar, e isso fez com que ficássemos mais no campo de defesa. Quando recuperávamos a bola, perdíamos rapidamente. Corrigimos no intervalo e no segundo tempo foi uma boa partida. No segundo, a equipe se saiu muito bem, gerando boas situações, suportando a pressão, tentando jogar entre as linhas. O gol surgiu em um contra-ataque. Imagino que isso é uma coisa que queremos voltar a fazer, que é ocupar os espaços. Vamos implementar as correções".

Perguntado sobre os erros individuais no jogo, Scaloni assumiu que sempre os reconhece, mas minimizou e afirmou que a equipe é coletiva, onde todos ganham ou perdem juntos.

"Logicamente não vou lhe dizer, embora reconheça [erros individuais]. Em todo jogo, há erros, tampouco me interessa culpar um ou outro. Quando um perde, todos perdem. Quando um levanta, todos se levantam".

Por fim, o comandante argentino comentou sobre a evolução da seleção albiceleste e mostrou-se satisfeito com o andamento do trabalho. Vale lembrar que a Argentina não perdia em seu debute na Copa América há 40 anos.

"Acredito que estamos no caminho. Em alguns momentos, fomos superiores. Em outros, eles foram. Até tomarmos o gol, estivemos bem, principalmente no segundo tempo".

VAVEL Logo