Para espantar crise, Argentina e Paraguai se cruzam no Mineirão
Foto: Divulgação/AFA

Que já seria uma partida com um calor a mais por se tratar de um clássico sul-americano, agora o jogo tem ainda mais um fator preponderante a novas emoções. Isso porque tanto Argentina quanto Paraguai estão bastante pressionados a conseguirem seus primeiros três pontos na Copa América 2019 após dois resultados ruins na primeira rodada. A partida está marcada para às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira (19), no Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Na primeira rodada de cada uma das seleções, a Argentina foi derrotada pela Colômbia pelo placar de 2 a 0, enquanto o Paraguai empatou com o fraco Catar por 2 a 2. Com a necessidade pela vitória sendo maiúscula, espera-se que as duas fortes seleções não abdiquem de atacar em terras mineiras.

Outra das particularidades da partida está na idade dos treinadores de Argentina e Paraguai. Lionel Scaloni tem apenas 41 anos de idade e nunca foi técnico principal em nenhuma equipe antes de assumir a seleção argentina, onde ainda figura como interino. Eduardo Berizzo, por sua vez, tem 49 anos e já passou por equipes na Espanha e na própria Albiceleste.

Após a derrota contra os colombianos, os 11 iniciais de Scaloni serão outros para encarar o Paraguai. Tudo indica que Casco deve entrar no lugar de Saravia, Pereyra assuma o lugar de Guido Rodríguez, De Paul entre na vaga de Di Maria, e Lautaro Martínez pegue o posto de Sergio Kun Aguero. A Albiceleste deve entrar em campo com: Armani, Casco, Otamendi, Pezzella, Tagliafico, Pereyra, Paredes, Lo Celso e De Paul; Messi e Lautaro Martínez.

Do lado dos paraguaios, dois importantes jogadores que jogam em território brasileiro serão titulares contra os argentinos: Gustavo Gómez (Palmeiras) e Derlis Gonzáles (Santos). A única novidade na equipe de Berizzo será justamente a entrada do zagueiro palmeirense no lugar do defensor Junior Alonso. Dessa forma, o Paraguai desse ser escalado com: Gatito Fernández; Escobar (Valdéz), Balbuena, Gustavo Gómez e Junior Alonso; Rodrigo Rojas e Richard Sánchez, Derlis González, Óscar Romero e Miguel Almirón; Óscar Cardozo.

A arbitragem da partida fica a cargo do brasileiros Wilton Pereira Sampaio, que apita o apita o jogo e será auxiliado por Marcelo Van Gasse e Rodrigo Corrêa. O quarto árbitro será Carlos Orbe, do Equador. O uruguaio Leodán Gonzalez será o responsável pelo assistente de vídeo (VAR).

VAVEL Logo