Villegas justifica eliminação boliviana: "Temos muitas limitações na infraestrutura"
Foto: Divulgação / FBF

A Bolívia foi eliminada da Copa América Brasil 2019 na tarde deste sábado (22), ao ser derrotada pela seleção da Venezuela por 3 a 1, no Mineirão. Foram três derrotas em três jogos, e o técnico Eduardo Villegas fez duras críticas ao futebol nacional, ao mencionar o nível de futebol apresentado por Erwin Saavedra, uma das peças mais importantes do elenco campeão boliviano, o Bolívar.

"Erwin Saavedra foi figura muito importante para o Bolívar ser campeão. Mas aqui na Copa América ele não consegue desenvolver seu melhor futebol. Por quê? Porque nosso campeonato tem um nível inferior. É uma pena eu ter que mencionar um dos jogadores da Bolívia, mas foi preciso, peço desculpas. É a realidade do nosso futebol", disse.

Para ele, a falta de estrutura do futebol nacional influencia no desempenho da seleção.

"É nisso que a gente tem que se concentrar. Nós temos um campeonato inferior se comparado aos outros sul-americanos. O exemplo claro são nossos clubes na Copa Libertadores e Sul-Americana. Não avançaram. O fator mais importante é a organização dos clubes, que não dão valor às divisões de base. Sem formar jogadores, você precisa comprar."

"Nós sabemos que os clubes compram jogadores ao invés de produzir os jogadores. Há algumas exceções, queria deixar isso claro, porque pode ser que tenha alguma reclamação a respeito disso", comentou.

Por fim, Villegas questionou se a seleção não precisará contar com jogadores naturalizados para solucionar o problema.

"Não vejo, neste momento, nenhuma outra possibilidade de solução para o nosso futebol (a não ser investir na formação). Eu inclusive faço uma pergunta: será que vamos ter que introduzir seis jogadores naturalizados? Essa é minha pergunta", finalizou.

VAVEL Logo