Liverpool bate Chelsea nos pênaltis e conquista Supercopa da Europa
Foto: Reprodução/Liverpool

Liverpool bate Chelsea nos pênaltis e conquista Supercopa da Europa

Blues se sobressaíram durante o duelo, mas os Reeds contaram com o bom momento de Firmino e Mané

izabellefranca
Izabelle França

O torcedor do Liverpool precisou controlar os batimentos cardíacos. Os Reeds e Chelsea empataram em 2 a 2, mas conquistou a Supercopa da Europa nos pênaltis ao vencer os Blues por 5 a 4, Vodafone Park, em Istambul. Com a conquista, a equipe do noroeste da Inglaterra leva o quarto troféu da competição.

A tarde desta quarta-feira (14) foi um dia histórico para arbitragem. A francesa Stephanie Frappart se tornou a primeira mulher a apitar uma partida masculina da Uefa.

Foto: Reprodução/Chelsea   

O primeiro tempo começou equilibrado. O Liverpool chegou com perio aos 15 minutos. Chamberlain colocou Salah para correr. O ponta-direita bateu cruzado, mas Kepa conseguiu defender. Na sequência, o Chelsea armou contra-ataque. Jorginho alçou para Pedro, que acionou Giroud. O atacante mandou à esquerda do gol.

O lance animou a equipe londrina, na qual, cresceu de produção.  Aos 21', Pedro invadiu a área e mandou uma bomba. Adrián espalmou e a bola morreu no travessão. Desta vez, o espanhol deu um toque de cobertura para Kovacic. O arqueiro dos Reeds saiu da meta e conseguiu salvar.

Após tanta pressão, saiu o gol. Mesmo cercado, Pulisic enfiou para Giroud, que chutou de canhota. A ampliação veio com o norte-americano. Contudo, a arbitragem marcou impedimento. 

Foto: Reprodução/Liverpool   

O Liverpool reagiu no início do segundo tempo. Na entrada da área, Fabinho deu uma cavadinha. Firmino se antecipou a Kepa e rolou para Mané escorar livre no fundo das redes.

Os comandados de Klopp quase viraram, mas Kepa foi protagonista de duas grandes defesas. Aos 29', Salah finalizou rasteiro, o arqueiro espalmou. No rebote, Van Dijk encheu o pé. O espanhol cresceu e a redonda morreu no poste. 

Foto: Reprodução/Chelsea   

Na prorrogação, os Reeds saíram na frente com a dupla Mané e Firmino. O brasileiro recebeu lançamento, e tocou para trás. O camisa 10 chegou e arrematou forte. O Chelsea não se abateu e tomou conta das ações ofensivas. 

O auxilio veio do jovem Tammy Abraham. O atacante de 21 anos sofreu pênalti de Adrián. Aos 10', Jorginho foi para cobrança e mandou no canto oposto do arqueiro. Três minutos depois, Pedro cruzou da linha de fundo. Abraham desviou de leve e a bola foi para fora. 

O cansaço tomou conta na segunda parte. Mais os Blues tiraram forças e conseguiu duas oportunidades. Contudo, não evitou as penalidades.

Foto: Reprodução/Liverpool    

Liverpool iniciou as cobranças. Firmino, Fabinho, Origi, Alexander-Arnold e Salah acertaram os alvos. O Chelsea balançou as redes com Jorginho, Barkley, Mount e Emerson. Abraham foi o último batedor e acabou perdendo

VAVEL Logo