EXCLUSIVO: torcedores do Bury dizem que o clube ‘está sem moral’ em momento difícil
Foto: Divulgação/Bury

O Bury Football Club sofreu na última terça-feira (27) o dia mais triste de sua longa trajetória de 134 anos no futebol. A exclusão das ligas inglesas se dá por conta da expiração de um prazo imposto pela EFL para a venda do clube, impulsionado por uma forte crise financeira. Sem sucesso com a C&N Sporting Risk, os Shakers estão inválidos para competições organizadas pela entidade.

Frustrada com o atual momento do clube e cercado de incertezas, a torcida do Bury FC se mostrou bastante mobilizada nos últimos dias, quando cerca de 300 torcedores limparam por completo seu estádio, mesmo sem ter certeza se aconteceria a partida, e uma concentração de fãs ao redor da sede do clube, protestando por melhorias.

Em entrevista pelas redes sociais, dois torcedores do Bury conversaram exclusivamente com a VAVEL, e esclareceram suas expectativas para o futuro. Phillip Watson foi conservador, e mesmo abalado com toda situação, o torcedor explica que a situação significa muito para os adeptos.

Foto: Reprodução

 

 "Enterrar como um clube significa muitas coisas para muitas pessoas, especialmente para os fãs. Este é o destaque do fim de semana, assistindo a enterrar o clube. Nós estivemos em uma jornada emocional e o fato de termos sofrido é trágico. Esperamos voltar às ligas inferiores e reconstruir para voltar aos dias de glória, vai demorar algum tempo, não temos jogadores, nem estafe, e estamos sem moral".

 

Em protesto ao atual proprietário do clube, Steven Dale, Watson ressalta que seria importante para o time que o dono que assumiu o posto de presidente do Bury em dezembro de 2018, renuncie seu cargo.

"Sim, de fato Steve Dale precisa sair do clube se não desistir e novos donos terão que entrar e colocar o clube em forma para que ele possa ser administrado como um negócio sustentável, sem gastar além de seus meios. A união dos fãs como uma comunidade tem sido incrível e se continuarmos juntos, acredito que passaremos por este período difícil e sairemos mais fortes como comunidade".

George Wood, também torcedor do clube, foi mais rígido com a EFL e questionou a decisão da federação.

" É estúpido que Bolton tenha recebido 14 dias e Bury tenha morrido. Eu amo o Bury Eu joguei por 2 anos e para ver isso vai ficar triste todos os dias".

Wood revela que tem planos para o renascimento da equipe, mesmo após o fracasso na venda do clube.

"Como um fã muito próximo de Bury, eu tenho a intenção de tentar fazer um novo clube, nós o chamamos de Bury 1885 e nós enviamos um e-mail para a FA e estamos tentando fazer com que jogadores e jovens jogadores também. Bem, eu espero que os fãs de enterro vão adorar que eles tenham um clube para apoiar e ver o time jogar".

Até o início da temporada 2019-20, o Bury estava na League One, a terceira divisão inglesa. Apesar do acesso na edição anterior, o clube enfrentava sérias dificuldades financeiras, esbarrando na suspensão de seis partidas no atual campeonato. Com a expiração do prazo, a equipe recorre ao auxílio de outros clubes ingleses para reverter o cenário atual.

VAVEL Logo