Klopp lamenta decisão da arbitragem diante do Napoli: “Não pode ser uma penalidade”
Foto: Reprodução / Liverpool

Klopp lamenta decisão da arbitragem diante do Napoli: “Não pode ser uma penalidade”

Técnico criticou o árbitro da partida por não consultar o VAR no lance do pênalti

elder-john
Elder John

Desde a temporada 1994-1995 que o campeão da Champions League não perdia na estreia da temporada seguinte. Jogando em casa, o Napoli bateu o atual campeão Liverpool por 2 a 0, com gols de Mertens e Llorente.

Jurgen Klopp valorizou a atuação do time inglês, dizendo que a equipe até comandou a partida em alguns momentos, apesar da força defensiva do Napoli. O que irritou o técnico foi a penalidade marcada a favor do time italiano que originou o primeiro gol.

"Você quer ter pelo menos um ponto e nós não conseguimos isso por causa da penalidade. Tenho certeza de que há opiniões diferentes sobre essa situação, mas quando o jogador pula antes que haja contato, não pode ser uma penalidade. Não podemos mais mudar isso, então agora continuamos. É isso aí".

Ainda na entrevista, o técnico comentou sobre a importância do lance naquele momento do jogo.

"Eu poderia dizer muitas coisas sobre isso, mas pareceria um péssimo perdedor e não o sou. Talvez eu não seja o melhor perdedor do mundo, mas não sou mau. É uma decisão tomada por seres humanos. Eu acho que quando você vê as fotos, fica claro. O que posso dizer sobre isso? Foi muito decisivo naquele momento, com certeza, mas não podemos mais mudar isso."

Sobre a questão do cansaço, Klopp ressaltou a intensidade da partida, com muitos contra-ataques e que não havia equipe mais tranquila em campo. O técnico ainda disse que é cedo para se desesperar na competição e espera que o resultado não influencie nas próximas partidas.

"Tomara que não seja decisivo. Dê-nos pelo menos mais alguns jogos para mudar de mesa. No momento, parece que o Napoli já foi, mas ainda vamos jogar (contra eles). Nós não vamos parar."

Na próxima rodada, o Liverpool encara o RB Salzburg em Anfield, dia 02 de outubro, às 16h (Brasília). O time alemão é o líder do grupo após a vitória por 6 a 2 sobre o Genk.

VAVEL Logo
CHAT