Presidente Uli Hoeness ameaça boicote à Seleção Alemã caso Neuer perca titularidade
Uli Hoeness, presidente do Bayern de Munique | Foto: Divulgação/FC Bayern

Não é de hoje que Ter Stegen chama atenção por viver boa fase no Barcelona, com defesas importantes que o colocam em alto nível, e não jogar muitas vezes na Seleção da Alemanha. Desde a Copa de 2010, Manuel Neuer é o principal nome da meta. O arqueiro do Bayern de Munique esteve presente nos momentos de glória – tetracampeonato mundial em 2014 – e nos fatos vexatórios – eliminação na primeira fase da Copa 2018. O debate ficou ainda mais acirrado por Ter Stegen se manifestar publicamente e mostrar chateação por tanta dedicação no Barça e estar “esquecido” na Mannschaft.

Porém, o assunto voltou à tona nesta quarta-feira (25), quando o presidente do Bayern, Uli Hoeness, ameaçar um boicote dos jogadores do clube bávaro à Seleção caso Neuer fique no banco de reservas. O jornal Sport Bild divulgou entrevista com o mandatário, e o mesmo foi direto ao assunto. “Antes que isso aconteça, nós não vamos liberar nossos jogadores para o time nacional. Nunca vamos aceitar que a troca aconteça”, disse.

Ter Stegen (E), goleiro com muitas convocações, mas com poucas atuações na Seleção | Foto: Philipp Reinhard/DFB
Ter Stegen (E), goleiro com muitas convocações, mas com poucas atuações na Seleção | Foto: Philipp Reinhard/DFB

Por ser o time mais vitorioso do país e ter ótimos jogadores com visibilidade mundial, é natural que o técnico Joachim Löw convoque atletas da equipe bávara. Na partida contra a Irlanda do Norte, válida pelas Eliminatórias da Eurocopa 2020, o treinador convocou do elenco do Bayern o goleiro Neuer, o lateral Kimmich, o zagueiro Süle e o meia-atacante Gnabry.

Horas depois, em um comunicado ao portal Der Spiegel, Uli Hoeness afirmou que as declarações foram ditas em um momento inapropriado e que não haverá mais qualquer fala sobre esse assunto por parte do ex-jogador e atual presidente do heptacampeão da Bundesliga.

Manuel Neuer, goleiro titular da Alemanha há uma década | Foto: Philipp Reinhard/DFB
Manuel Neuer, goleiro titular da Alemanha há uma década | Foto: Philipp Reinhard/DFB

“Imediatamente depois de nossa partida contra o Estrela Vermelha, Hoeness fez declarações sobre a discussão em torno dos goleiros da seleção alemã que hoje, com distanciamento, não voltaria a fazer. Para ele, o assunto está encerrado e não haverá uma nova declaração sobre isso”, disse.

As falas do dirigente repercutiram na própria Federação Alemã de Futebol. O diretor da DFB, Oliver Bierhoff, não mostrou nenhuma preocupação aos dizeres de Hoeness quanto a um possível boicote dos jogadores do Bayern de Munique a serem convocados para os próximos jogos. “Não temos receio, pois um clube é obrigado a liberar seus jogadores para confrontos internacionais, segundo as regras da Fifa”, comentou.

VAVEL Logo