Aston Villa se diz 'enojado' de mais um caso de racismo com atleta do próprio time
Foto: Reprodução/Instagram/Aston Villa

Aston Villa se diz 'enojado' de mais um caso de racismo com atleta do próprio time

Clube faz comunicado e pede ajuda aos fãs para encontrarem torcedores que iniciaram um canto racista direcionado à Marvelous Nakamba

marinaaleite
Marina Leite

Em mais um caso de racismo no futebol. Dessa vez a vítima foi Marvelous Nakamba. O jogador do Aston Villa da Inglaterra foi alvo da própria torcida. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostrou um grupo de torcedores cantando uma música racista em Norwich City, no sábado. 

Durante a filmagem, torcedores utilizam palavras que o clube chamou de "estereótipo barato e ofensivo" sobre o jogador do Zimbábue. Eles parecem cantar sobre seu pai ser rastafari, há referências à escravidão (o companheiro de equipe de Villa, John McGinn, é chamado de "mestre"), e o tamanho de seu pênis também foi mencionado.

Em um comunicado divulgado no site oficial do clube, Villa diz que "condenam totalmente" o canto e pediram a outros apoiadores que ajudem a identificar os que estão no vídeo. Segue abaixo um trecho do comunicado:

“O Aston Villa está enojado e horrorizado com imagens circulando nas mídias sociais de torcedores cantando uma música racista que faz referência a dois dos nossos primeiros jogadores da equipe. O clube condena totalmente o cântico e pede a outros torcedores que nos ajudem a identificar os responsáveis. Cantos dessa natureza mancham o bom nome do clube de futebol Aston Villa e de nossos fãs. Se os autores forem identificados, eles serão tratados da maneira mais rigorosa pelo clube e serão imediatamente denunciados à polícia. Nossa equipe de segurança estará vigilante nos próximos jogos para garantir que qualquer pessoa que tente repetir esse canto seja tratada com severidade."Sabemos que podemos contar com a assistência da maioria de nossos fãs para erradicar esse comportamento tóxico imediatamente".

VAVEL Logo
CHAT