Morata decide, e Atlético de Madrid derrota Bayer Leverkusen
Foto: Divulgação/Uefa

Em dia de Champions League, quem comemorou foi a torcida do Atlético de Madrid. Na tarde desta terça-feira, a equipe Colchonera bateu por 1 a 0 o  Bayer Leverkusen, no  Wanda Metropolitano, pela terceira rodada do Grupo D. Álvaro Morata saiu do banco no segundo tempo e garantiu os três pontos.

Somando sete pontos, o Atlético coquista o primeiro lugar. Com uma situação complicada, os Leões estão na lanterna e até agora não possuem nenhuma pontuação.

Foto: Divulgação/Uefa   

Início aberto

Intensidade. Essa palavra resume a etapa inicial, onde disputaram no meio-campo. O brasileiro Renan Lodi fez boa jogado na esquerda. Ele dominou no peito e foi até à linha de fundo para cruzar. Lars Bender chegou travando Diego Costa.

Com jogada ensaiada, o Bayer cobrou escanteio. Baumgartlinger assustou quando bateu de fora da área e a bola passou perto do poste. Aos 31', Lodi recebeu lançamento, girou e arrematou fraco rasteiro. Sem dificuldades, o goleiro Hradecky encaixou. Nos minutos finais, os Leões não conseguiram furar a defesa colchonera. Bellarabi tentou alçar, porém Oblak agarrou.

Foto: Divulgação/Uefa   

Atleti ameaça e conquista triunfo

Buscando inaugurar o placar, o Atlético foi para cima dos visitantes. Aos 57', Trippier cruzou na medida para Diego Costa. O centroavante errou na hora de cabecear e mandou à direita do gol. A polêmica do jogo aconteceu cinco minutos depois. Koke colocou o hispano-brasileiro para correr. Ele disputou espaço com Bender, que escorregou e o camisa 19 caiu. O VAR analisou e não nada.

Simeone colocou Morata no lugar de Koke. A mão do técnico apareceu aos 78'. Com bastante espaço, Lodi fez lançamento na cabeça do atacante para estufar as redes. Tentando diminuir, Volland fez o pivô dentro da área e carimbou a defesa. No rebote, Paulinho isolou.

Compromissos

Na próxima rodada, o Bayer Leverkusen recebe o Atlético de Madrid, no dia 6 de novembro, às 16h (de Brasília).

VAVEL Logo