RB Leipzig vira sobre Zenit e assume liderança provisória do Grupo G
Foto: Divulgação/RB Leipzig

O RB Leipzig teve um pouco de trabalho, mas conseguiu fazer valer o mando de campo na terceira rodada da fase de grupos da Uefa Champions League 2019-20. Na tarde desta quarta-feira (23), os Touros Vermelhos encararam o Zenit na Red Bull Arena, em Leipzig/ALE e venceram por 2 a 1. Rakitskiy abriu o placar aos russos, mas os donos da casa viraram no início do segundo tempo com belos gols marcados por Laimer e Sabitzer.

Com o resultado, a equipe alemã assume de maneira temporária a liderança do Grupo G, com seis pontos ganhos, e torce para um empate ou uma derrota do Lyon diante do Benfica para permanecer no primeiro posto. Por outro lado, o Zenit fica na segunda posição, com quatro pontos. Os dois times voltam a se enfrentar na terça-feira (5/11), às 14h55 (horário de Brasília), no Krestovsky Stadium, em São Petersburgo, na Rússia.

Primeiro tempo controlado pelo Leipzig, mas com vantagem do Zenit

Diante da torcida, o RB Leipzig começou a partida no ataque. Com mais posse de bola, os anfitriões passaram boa parte do tempo em seu campo ofensivo. Logo no primeiro minuto, Laimer arriscou da entrada da área, o goleiro Kerzhakov espalmou e a bola ainda bateu no travessão. Apesar da pressão inicial, o Zenit também passou a trabalhar a bola, trocar passes, usar os lados do campo para também ter suas chances de balançar as redes. Embora o primeiro tempo não tenha ocorrido muitas chances, ambos os times davam muito perigo.

Quando os alemães tinham mais domínio, os russos surpreenderam. Aos 24 minutos, Azmoun cruzou na área e a defesa tirou. Na sobra, Rakitskiy emendou um forte chute com o pé esquerdo de longe. A bola foi à esquerda de Gulácsi, que não alcançou e ficou impossibilitado de evitar o gol. Os donos da casa tentaram reagir e tinham apenas o jogo aéreo e os lances de bola parada como recursos, por causa da forte marcação em campo dos russos. Foram duas jogadas mais claras. Na primeira, após escanteio cobrado por Forsberg e lance trabalhado, Klostermann cabeceou na marca do pênalti e Kerzhakov defendeu. Na segunda tentativa, Sabitzer cobrou tiro de canto e Timo Werner finalizou por cima da meta.

Com ataque mais fluido, Leipzig vira e vence

Julian Nagelsmann tirou Timo Werner e colocou o paraibano Matheus Cunha em campo. O jovem atacante da Seleção Brasileira Olímpica quase marcou de bicicleta logo no primeiro minuto da etapa complementar, mas o empate dos Touros Vermelhos veio em seguida. Aos três minutos, Laimer tabelou com Sabitzer, recebeu na área e finalizou cruzado, à direita do goleiro, para empatar o jogo. Com os meias mais soltos e com as peças ofensivas bem mais velozes, o RB Leipzig ficou mais solto em campo, mas o Zenit assustou quando Shatov recebeu de Dzyuba dentro da área, mas mandou por cima.

Quando os donos da casa voltaram a finalizar, fizeram bonito. Klostermann cruzou da esquerda, a bola passou pela área e encontrou Sabitzer na direita. O meia ajeitou e chutou com efeito, de três dedos. A pelota fez a curva e entrou no ângulo de Kerzhakov, sem chances de defesa, para virar o jogo aos 13 minutos. Mesmo assim, o jogo permaneceu com chances claras para os dois clubes. O Zenit assustou quando Rakitskiy fez bela jogada individual e cruzou para a área. Osorio completou de primeira e mandou por cima do gol.

A partida ficou aberta, com possibilidades das duas equipes balançarem as redes novamente. Do lado alemão, Matheus Cunha teve clara chance ao ser acionado em velocidade por Forsberg, avançar e entrar na área. Mas, por capricho, a bola não entrou. Também teve resposta do lado russo. Após chute amortecido dentro da área pela defesa do Leipzig, Robert Mak teve a chance de empatar, mas completou mal o cabeceio e impediu qualquer ponto somado do Zenit fora de casa.

VAVEL Logo