Bayern de Munique sofre, mas elimina Bochum de virada pela Copa da Alemanha
Foto: Reprodução/DFB Pokal

As coisas não foram fáceis para o treinador Niko Kovac, do Bayern de Munique. A equipe bávara saiu do sul para ir ao oeste alemão encarar o VfL Bochum, clube da atual 16ª posição da segunda divisão nacional. Mesmo com essa facilidade na teoria, os visitantes tiveram dificuldades para se classificarem às oitavas da DFB Pokal. Depois do gol mandante no primeiro tempo, o time da Baviera só garantiu a virada para 2 a 1 no final do jogo, graças a Gnabry e Müller.

Não foi lá uma tarefa fácil para os favoritos visitantes na etapa inicial. Logo no primeiro lance, aos cinco minutos, o atacante Silvère Ganvoula arriscou de longe, dando o cartão de visitas do Bochum. Depois, aos 14', o Bayern apertou um pouco o ritmo e chegou com Gnabry, que desperdiçou boa chance na altura da marca penal, chutando por cima do travessão de Riemann. A leve pressão continuou, e Tolisso também finalizou forte, no minuto seguinte, de dentro da área na mesma direção que o chute de seu companheiro.

Mas o Bochum não foi só defesa. A partir dos 20 minutos o time da casa se assanhou e começou a beliscar seu campo de ataque, até que o menos esperado aconteceu. Aos 36', Danny Blum fez jogada individual para cima de Kimmich e cruzou forte à meia-altura. Bola atravessou um lado da área e bateu em Davies na pequena área, que empurrou para a própria redes. Ali estava marcado o 1 a 0 para time branco e azul.

Depois da desvantagem, o Bayern seguiu sofrendo com os contragolpes. Assim, o primeiro tempo acabou com oito chutes bávaros contra quatro da equipe do oeste alemão.

Lewa, Müller e Coutinho acionados

Para a etapa final, o treinado do time de Munique tirou Lewandowski do banco antes do pontapé inicial e Philippe Coutinho aos 55'. Aí o Bayern foi todo para cima. Foram incessantes ataques, principalmente com Coman e Müller, que entrou aos 65'. Mas, aos 79', Neuer sai jogando errado da intermediária e Blum, do campo de defesa, arremata para o gol, mas o goleiro bávaro chegou a tempo de evitar o que seria um golaço.

No minuto 83, Coman passou para Kimmich, que ergueu para Gnabry bater de primeira no contrapé de Riemann e empatar o jogo em 1 a 1. Aos 85', Coutinho fez jogada individual e quase virou. Aos 87', o zagueiro Bella Kotchap escorrega na saída de bola e põe a mão na bola, no chão, para evitar Müller ficar com o caminho aberto para o gol, e o cartão vermelho foi inevitável.

A virada vermelha aconteceu aos 89': Coutinho lançou Coman, que deu um tapa de primeira para Müller desviar e matar o goleiro. E anotado o 2 a 1 para os visitantes até o apito final.


Agora, os bávaros se garantem nas oitavas de final da competição mata-mata. Em contraponto, o Bochum só tem a 2.Bundesliga em seu calendário após essa derrota.

VAVEL Logo