M'gladbach bate Werder Bremen e abre vantagem na ponta da Bundesliga
Foto: Reprodução/Bundesliga

Um show do líder! Assim foi a vitória do Borussia M'gladbach sobre o Werder Bremen na manhã deste domingo (10). Pela 11ª rodada da Bundesliga, os Potros jogaram em casa em busca de abrir vantagem na ponta do Campeonato Alemão. E deu certo. Com gols de Bensebaini e dois de Hermmann, o M'gladbach venceu por 3 a 1 e abriu quatro pontos para o segundo colocado RB Leipzig.

A partida foi agitada e com ambas equipes buscando os três pontos. Marco Rose, técnico do BMG, faz um bom trabalho e posta sua equipe em campo de forma que tenha alta intensidade. Em má fase com sua equipe e ainda sem conseguir entrosar a defesa, o treinador Florian Kohfeldt ainda viu sua equipe voltar do intervalo empolgada, mas não contava com o balde de água fria.

Movimentação e vantagem para o Gladbach

Tentando escapar da zona da confusão, na parte inferior da tabela,o Werder Bremen foi ao Borussia Park para beliscar um bom resultado, mas não contava com a intensidade do time de Marco Rose. Em casa, o Gladbach avançou a marcação e abriu o placar aos 20 minutos, com Bensebaini aproveitando bola alçada na área, em cobrança de falta feita por Bénes, cabeceando para o fundo das redes.

Bensebaini comemorando seu gol (Foto: Reprodução/Bundesliga)
Bensebaini comemorando seu gol (Foto: Reprodução/Bundesliga)

O jogo estava movimentado e dois minutos depois, Thuram divide com goleiro Pavlenka e toca de cabeça para Hermmann ampliar, já sem o arqueiro do Bremen.

Com a vantagem de 2 a 0, os visitantes acoaram, mas também investiram em contragolpes. Num deles, Rashica obrigou Sommer fazer bela defesa de mão trocada. Antes do final do primeiro período, o mesmo Rashica finalizou novamente a gol, e Sommer defendeu o cabeceio do atacante em dois tempos. Ao todo, foram oito chutes do Borussia contra sete do Werder antes do intervalo.

Gana de vitória nos dois times

Depois do descanso, os times voltaram a campo com um gás tremendo. Logo no minuto 53', com auxílio do VAR, o árbitro Tobias Stieler marca pênalti em Osako. Era a chance de diminuir o placar. No entanto, Davy Klaassen bate meia-altura, quase no meio do gol. Sommer pulo à direita mas deixou as pernas para defender o penal. Ali, os visitantes desperdiçavam uma grande chance. 

Foto: Reprodução/Bundesliga
A defesa de Sommer no pênalti (Foto: Reprodução/Bundesliga)

O jogo ficou equilibrado e com o Werder Bremen persistente e esperançoso. Mas o balde de água fria foi dado aos 59'. Zakaria lançou Herrmman, que avançou em contra-ataque e bateu cruzado, sem chances para o arqueiro do WB.

Sommer fez três defesas difíceis, porém Pavlenka ainda evitou uma goleada, salvando duas vezes. Os goleiros se destacavam — até mesmo o arqueiro do Bremen.

Por volta dos 70 minutos, o Gladbach começou a administrar o jogo, enquanto o Werder aceitava e de vez em quando buscava incomodar. Assim foi desenhado a reta final, que ainda contou com a expulsão de Bensebaini pelo segundo cartão amarelo. Numa dessas jogadas avulsas, o time visitante conseguiu diminuir, com o brasileiro Leo Bittencourt, que aproveitou assistência de Rashica para fazer o único gol pintado de verde na cidade de Mönchengladbach. Isso já aos 93'.

Um na ponta e outro lá para baixo

Com a vitória, o Gladbach chega aos 25 pontos e ao terceiro triunfo consecutivo na Bundesliga 2019-20. Assim o time lidera, tendo quatro pontos à frente do vice RB Leipzig, que já venceu o Hertha Berlin na rodada. Em contraponto, o Werder Bremen continua com seus 11 pontos e segue na 14ª posição, já flertando com o Z-3.

Na próxima rodada, o Borussia Mönchengladbach vai à capital encarar o Union Berlin, às 11h30 do sábado (23). Simultaneamente, o Bremen joga em casa, diante do Schalke 04.

VAVEL Logo