Everton demite treinador Marco Silva
Foto: Reprodução Everton F.C.

Cercado de forte pressão, o treinador Marco Silva não resistiu à goleada diante do maior rival nesta quarta-feira (4) e é desligado do comando técnico do Everton. Em comunicado, o clube inglês agradece aos serviços de Marco, confirma Duncan Ferguson na função interina e garante que anunciará o novo nome o mais "breve" possível.

Em 18º lugar na Premier League, o Everton que reúne em seu elenco os brasileiros Richarlison e Bernard, tem sofrido ao longo da temporada. Considerado uma potência emergente no futebol local, o time que antes era cotado para vagas na Europa League, atualmente briga contra o rebaixamento em quinze rodadas disputadas.

Goleada

Já questionado antes do Mereseyde Derby, Marco Silva tinha em sua cartada final conseguir um tropeço do líder e maior rival, Liverpool, durante sua visita à Anfield Road. Sem sucesso, o Everton que já havia levado 4 gols na primeira etapa, saiu de campo com a sonora goleada de 5 a 2 para os rivais, e de quebra entrou na zona do decesso para 2020/21.

Comunicado

Em relatório oficial, o Everton confirmou o desligamento do manager português em decisão que partiu de uma reunião do sócio majoritário Farhad Moshiri, o Presidente Bill Kenwright e membros do conselho de administração do clube.

Ainda em comunicado, Duncan Ferguson assumirá o cargo de forma interina, e será o responsável de montar a equipe para o jogo contra o Chelsea, no próximo domingo (8).

Alternativas

Necessitando de ir ao mercado dos treinadores, o nome mais forte internamente é de David Moyes, escocês que já geriu o clube durante 2002 até 2013. Além de Moyes, Unai Emery e Mauricio Pochetinno são nomes cogitados para negociação, pois estão sem clube. 

Já empregados, Erik ten Hag, do Ajax, Manuel Pellegrini, do West Ham, Mikel Arteta, auxiliar de Pep Guardiola no Manchester City, e Jorge Jesus, treinador do Flamengo, são nomes que a diretoria pauta.

 

VAVEL Logo