Haaland marca hat-trick na estreia e Borussia Dortmund vira contra Augsburg
Foto: Reprodução/BVB

Uma partida inesquecível e um espetáculo para os entusiastas do futebol que acompanham os jogos mesmo sem torcer para um dos times em campo - assim foi a estreia de Augsburg e Borussia Dortmund no segundo turno da Bundesliga.

Historicamente, o time bávaro sempre bateu de frente com o Dortmund e trouxe muitas dificuldades para as Abelhas, e neste sábado (18), a regra se fez valer mais uma vez. Os comandados do suíço Martin Schmidt fizeram bom uso das falhas defensivas do time aurinegro e chegaram a estar vencendo por dois gols de diferença, mas a entrada da jovem estrela norueguesa Erling Braut Haaland desequilibrou a partida a favor dos visitantes, marcou três tentos e deu o triunfo de 5 a 3 para o Dortmund.

Chances perdidas e falhas defensivas exploradas

Depois de reafirmar seu objetivo de vencer a Bundesliga e de assegurar que passaria a jogar de forma mais consistente e com menos erros individuais, o BVB entrou em campo com a mesma proposta tática do 3-4-3 com o lateral Lukasz Piszczek fazendo o papel do terceiro zagueiro no lugar do jovem francês Dan-Axel Zagadou, que está lesionado, e começou a partida com um amplo domínio da posse de bola, mas sem conseguir fazer bom uso dela.

Os donos da casa, por sua vez, souberam fazer bom uso do tempo sem bola e se utilizaram de uma boa marcação pressão para impedir o Dortmund de avançar, o que fez com que alguns jogadores, em especial Manuel Akanji e Achraf Hakimi, abusassem dos erros nos passes.

Nos momentos em que conseguiu se desvencilhar da pressão do Augsburg, o Borussia criou boas chances, mas que não foram bem aproveitadas: primeiro, Thorgan Hazard chutou em cima do goleiro Tomas Koubek depois de tê-lo driblado. Em seguida, Marco Reus perdeu duas chances claras de abrir o marcador e Jadon Sancho desperdiçou uma finalização de frente para o gol.

Mesmo com as chances esporadicamente criadas pelo Dortmund, o jogo ainda se concentrava mais na sua metade do campo, e ao final do primeiro tempo, a pressão do Augsburg deu resultado. Após um erro em uma jogada entre Hazard e Hakimi, o suíço Ruben Vargas reteve a bola e arrancou em velocidade pela direita até a área do Borussia, passou com facilidade pelo Piszczek e cruzou rasteiro para que Florian Niederlechner se aproveitasse da falha de marcação da zaga, abrisse o placar e desse números finais ao primeiro tempo.

Sete gols e uma estreia épica

O segundo tempo do jogo começou da mesma forma que o primeiro terminou. O jovem Marco Richter recebeu a bola na intermediária e se aproveitou de uma falha de marcação do Akanji para chutar de longe e encobrir o goleiro Roman Bürki, fazendo um belo gol, o sétimo marcado de fora da área pelo Augsburg na temporada. A situação só não foi pior para o Dortmund por que Julian Brandt descontou três minutos depois.

O time aurinegro, no entanto, não conseguiu utilizar o momento ao seu favor para empatar a partida e viu seus oponentes ampliarem a sua vantagem com uma jogada muito semelhante à que deu origem ao primeiro gol da partida: o lateral Philipp Max pegou a bola em velocidade e cruzou rasteiro para que o Niederlechner se aproveitasse novamente de uma falha de marcação e fizesse 3 a 1. Neste ponto, o relógio já marcava 55' e para muitos, considerando a forma como o BVB jogava, a sua derrota estava decretada.

O ponto de virada da partida ocorreu no minuto 56, quando o técnico Lucien Favre deu ao recém contratado Erling Braut Haaland a sua chance e o colocou em campo no lugar do Piszczek. A troca de jogadores culminou na troca do sistema 3-4-3 para o 4-2-3-1 e deu ao Dortmund uma nova dinâmica ofensiva que funcionou muito bem. Após apenas 188 segundos em campo, o estreante marcou o seu primeiro gol, e depois de três minutos, Jadon Sancho recebeu um ótimo lançamento do Hummels, passou com facilidade pelo goleiro adversário e empatou o jogo.

O relógio marcava 60' e o placar 3 a 3. Ambos os times pareciam ter chances iguais de conquistar a vitória, e o Augsburg, sentindo o baque de ter desperdiçado uma vantagem de dois gols, avançou para o ataque e expôs demais a sua defesa, dando ao Thorgan Hazard a chance perfeita para puxar um contra-ataque e achar o Haaland para marcar o quarto gol dos visitantes aos 70'. O gol da virada foi um verdadeiro baque para os sulistas, que perderam o ímpeto ofensivo e ficaram ainda mais atrás do placar quando o Haaland marcou seu terceiro gol e deu números finais à partida – 5 a 3.

Foto: Reprodução @BVB
Foto: Reprodução @BVB

O jogo também foi muito especial para o jovem Giovanni Reyna, de 17 anos, que, por ter sido a grande revelação do training camp do Borussia Dortmund na pausa de inverno, foi promovido para o time principal e estreou ao entrar no lugar do Hazard aos 72'.

De volta ao quarto lugar

Com a vitória, o Borussia recuperou a quarta colocação após ter sido ultrapassado pelo Schalke 04. Já o Augsburg, mesmo com a derrota, se manteve na décima colocação da liga.

Na próxima rodada, o Dortmund receberá o Colônia em casa no dia 24 (sexta-feira) e o Augsburg viajará até Berlim, onde jogará contra o Union Berlin no sábado (25).

MEDIA: 4.5VOTES: 2
VAVEL Logo