Thiago Silva aponta erros do PSG e admite: "Souberam como nos colocar em perigo"
Foto: Reprodução/PSG

Visando começar bem a disputa por uma vaga nas quartas da Champions League, o Paris Saint-Germain foi à Alemanha encarar o Borussia Dortmund — e se deu mal. Em dia inspirado de Erling Haaland, o BVB venceu por 2 a 1 e conquistou a vantagem de um gol e do empate para a volta. Na avaliação do zagueiro brasileiro Thiago Silva, o PSG cometeu alguns pecados futebolísticos.

“Perdemos bolas facilmente no primeiro tempo, eles souberam como nos colocar em perigo. Mas na segunda metade, foi diferente. Encontramos mais espaço, foi uma partida muito aberta, com muita qualidade dos dois lados. Sofremos esse segundo gol, que é difícil de digerir, mas tudo ainda é possível”, avaliou Thiago.

Meio-campista italiano, Marco Verratti não conseguiu desempenhar sua principal característica: os passes profundos. Ele ficou um tão acanhado com a marcação aurinegra. Na zona mista, o jogador focou no discurso que eleva a importância do segundo jogo entre PSG e BVB, no estádio parisiense.

“São sempre adversários complicados nas oitavas de final. Ainda faltam 90 minutos importantes, precisamos apenas de um gol para se classificar. Daremos de tudo, estaremos em casa. Será um grande jogo. Você pode perder ou pode vencer, mas, acima de tudo, precisa dar o máximo”, projetou Verratti.

Neymar Jr. foi o autor do único gol do PSG no Signal Induna Park, causando, naquela altura, o empate em 1 a 1. Logo depois Haaland passou a régua para 2 a 1. Também na zona mista, o camisa 10 brasileiro disse foi difícil encara o Borussia Dortmund.

“Foi um jogo complicado, foi difícil em campo. Tentamos jogar o nosso jogo, criar oportunidades, e tivemos mais do que eles. Estamos ansiosos pelo jogo de volta, em casa”, contou Neymar.

Agora, Paris Saint-Germain e Borussia Dortmund se enfrantam no Parc des Princes, em Paris, dia 11 de março, também às 17h (de Brasília).

VAVEL Logo