Borussia Dortmund enfrenta dificuldades, mas vence Freiburg em partida truncada
Foto/Reprodução: @BVB

O time do Freiburg está marcado nessa temporada por tirar pontos dos clubes da primeira metade da tabela e perder para clubes mais fracos, e hoje, os Grifos deram dor de cabeça ao Dortmund e aos seus torcedores.

Mesmo com o "meteoro Haaland" no banco, o Borussia conseguiu abrir o placar logo aos 15’ de jogo, mas teve grande dificuldade na partida por causa da marcação pressão feita pelo time da Floresta Negra e se complicou especialmente no segundo tempo, quando perdeu o zagueiro Mats Hummels por conta de uma suspeita de concussão.

  • Quem não tem Haaland, marca com Sancho

O jogo começou com um amplo domínio dos visitantes, que chegaram a ter 77% de posse de bola nos cinco primeiros minutos, mas o Dortmund soube jogar com paciência e trabalhar e bola para tentar abrir o meio campo e a defesa do Freiburg, que estavam muito fechados. A ideia deu certo e o time logo chegou ao gol. Em boa triangulação, Julian Brandt acionou Thorgan Hazard, que passou por um marcador e tocou para que o inglês Jadon Sancho finalizasse com o gol aberto. Foi a sétima partida consecutiva em que o jovem de 19 anos marcou no Signal Iduna Park.

Estando atrás do placar, o Freiburg partiu para cima do BVB e chegou a levar muito perigo em jogada do capitão Christian Günter, que aproveitou uma falha do zagueiro Mats Hummels e teve a chance de finalizar livre de marcação, mas chutou para fora. Os visitantes ainda finalizariam mais três vezes de dentro da área do Dortmund, mas sem objetividade.

  • Dortmund não efetivo e pressão do Freiburg

Logo na volta do intervalo, o Hummels precisou ser substituído por conta de uma suspeita de concussão após um choque de cabeça com o zagueiro Philipp Lienhart na metade do primeiro tempo e o suíço Manuel Akanji entrou em seu lugar. Com isso, a defesa auri-negra perdeu grande parte da sua solidez e o Freiburg começou a trazer mais perigo à meta do goleiro Roman Bürki.

A esta altura do jogo, estava claro que o Borussia Dortmund iria se aproveitar da ofensividade do seu oponente para tentar sair no contra-ataque e matar a partida, mas a falta de objetividade dos jogadores quando chegavam próximos ao gol do Freiburg aliados á boa performance trio de zaga formado por Gulde, Lienhart e Heintz, os impediram de ampliar o placar. De outro lado, o zagueiro improvisado Lukasz Piszczek foi obrigado a salvar uma bola em cima da linha após o ataque do Freiburg se aproveitar de uma falha de posicionamento e criar uma boa jogada de ataque.

Para aumentar a chance do Borussia ampliar sua vantagem, o técnico Lucien Favre fez duas alterações, primeiro trocando o ponta improvisado Julian Brandt pelo ótimo atacante Erling Haaland, que havia sido poupado durante o primeiro tempo por não ter conseguido treinar durante toda a semana por conta de uma gastrite, e depois tirando o belga Thorgan Hazard e colocando o jovem Giovanni Reyna. As alterações deram mais velocidade ao time e surtiram efeito na criação de jogadas de ataque, mas elas não foram bem aproveitadas e apenas uma foi no gol. O Hakimi ainda acertaria o travessão, mas nada além disso.

No final, o Borussia Dortmund conseguiu sair com a vitoria mesmo sem jogar bem e sem fazer uma demonstração defensiva que passasse confiança à sua torcida e se manteve vivo na briga pelo título. Já o Freiburg estacionou na nona posição e dificilmente voltará à zona de classificação para a Liga Europa.


Na próxima rodada, o Dortmund irá à Gladbach onde disputará uma importante partida contra o Borussia Mönchengladbach (07/03 - 14:30) e o Freiburg receberá o surpreendente Union Berlin (07/03 - 11:30) no Schwarzwaldstadion.

VAVEL Logo