Em decisão intensa, Manchester City vence Aston Villa e fatura sétima Copa da Liga Inglesa
Foto: Divulgação/Manchester City

O Manchester City segue a fazer história como um grande conquistador de títulos nas competições domésticas disputadas nos últimos anos. Na tarde deste domingo (1º), a equipe enfrentou o Aston Villa no Wembley Stadium, em Londres/ING, pela decisão da Copa da Liga Inglesa 2019-2020 e fez valer a superioridade técnica para vencer por 2 a 1. Agüero e Rodrigo marcaram os gols dos Citizens, enquanto Samatta descontou ao clube de Birmingham.

Foto: Divulgação/Manchester City
Foto: Divulgação/Manchester City

O Aston Villa pressionou nos minutos iniciais, tanto que o Manchester City passou do meio de campo apenas aos três minutos e meio. A intensidade quase resultou no gol do Villa logo aos dois minutos, quando Elmohamady cruzou da direita e El-Ghazi cabeceou com perigo por cima da meta defendida por Claudio Bravo. Quando o City apareceu no ataque, foi com muito perigo. A intensidade e o toque de bola rápido eram determinantes para os atuais campeões assustarem. Aos 19 minutos, Sterling avançou pela esquerda e tocou para Rodrigo. O volante inverteu o jogo para Foden escorar de cabeça na direita e Agüero completar como um ‘matador’ para abrir o placar.

A pressão continuou intensa do lado azul do confronto, com bela atuação de Phil Foden. Aos 29, a vantagem foi ampliada na bola parada. Depois de escanteio cobrado por Gündogan na direita, Rodrigo não precisou saltar para cabecear firme e marcar o segundo gol do Manchester City. Era um jogo fácil, a vitória era construída sem fazer muito esforço. O Aston Villa conseguia impedir as finalizações apenas na hora da finalização oponente e ainda assim eram temerosos. Mas o panorama foi um pouco modificado aos 40 minutos. Stones falhou na hora do corte, El-Ghazi avançou pela esquerda e cruzou para Samatta mergulhar, completar o lance de cabeça e recolocar o Villa no jogo.

Foto: Divulgação/Manchester City
Foto: Divulgação/Manchester City

O segundo tempo foi totalmente administrável por parte do Manchester City. O Aston Villa precisava sair ao ataque, mas tinha que manter a precaução defensiva para não ser vazado e manter a possibilidade de conquistar o título. Phil Foden era o atleta que mais levava perigo. Rodrigo quase marcou mais um em uma jogada semelhante ao gol marcado na etapa inicial. Desta vez, o goleiro Nyland conseguiu defender.

Nos minutos finais, a movimentação ficou mais intensa porque o Villa partiu ao tudo ou nada. Ficou perto de conseguir o empate e levar, no mínimo, a disputa do título à prorrogação, mas a trave foi empecilho. Aos 42 minutos, depois de escanteio cobrado no lado direito, Trézéguet subiu para cabecear forte. O goleiro Claudio Bravo espalmou e a bola bateu no poste antes de ser afastada pela defesa do City, que neutralizou os ataques para faturar o sétimo troféu da Copa da Liga Inglesa, o terceiro de modo consecutivo.

VAVEL Logo