Governo da Itália isola país e suspende competições esportivas
devido ao coronavírus
San Siro/Giuseppe Meazza, estádio que sedia jogos da Internazionale e do Milan | Foto: Divulgação/AC Milan

O alerta máximo na região norte da Itália durou poucos dias. A gravidade do coronavírus no país resultou em uma mudança mais drástica por parte das autoridades. Em pronunciamento feito no fim da tarde desta segunda-feira (9) – fim da noite em solo italiano, o primeiro-ministro Giuseppe Conte anunciou que toda a região corresponde ao território nacional está em quarentena. Com isso, todas as competições esportivas também estão suspensas, inclusive a Serie A, bastante afetada com adiamento e realização de partidas com portões fechados.

“Vou assinar uma medida que podemos resumir como ‘fique em casa’. Não haverá mais uma zona vermelha na península. A Itália inteira será uma área protegida. Devemos evitar viagens, a menos que por motivos comprovados de trabalho, saúde ou outras necessidades. Proibimos grandes reuniões públicas. Também temos medidas mais rigorosas em mente para eventos esportivos. A Serie A e todos os torneios esportivos em geral estão suspensos. Todos os torcedores devem aceitar isso. Não há razão para essas competições continuarem”, disse Conte.

Tal medida vai na mesma direção do Comitê Olímpico Italiano (Coni), que suspendeu todas as atividades até o próximo dia 3 de abril e contava com o decreto governamental para a decisão ganhar força. Com tais providências, a orientação é para que todos os residentes da península itálica fiquem em casa. Escolas e universidades estarão fechadas, bares e restaurantes terão horário de funcionamento limitado, cerimônias de casamento e funeral estão suspensas. Companhias aéreas já reduziram a operação e cancelaram algumas viagens, com tendência para que tais atitudes tenham mais amplitude.

Sobre o Calcio, duas enormes interrogações. A primeira é sobre os confrontos de equipes italianas válidos pela Uefa Champions League e Uefa Europa League. Juventus, Napoli, Atalanta, Roma e Internazionale terão jogos a serem disputados no país. A segunda se refere ao calendário de futebol nacional. Com a suspensão da Serie A até o dia 3 de abril, não terá calendário disponível para que as 38 rodadas sejam realizadas e um campeão seja definido. Existem três hipóteses que ainda estão na base da especulação: decisão na Justiça, suspensão do campeonato ou suspensão da Eurocopa, com início previsto para o dia 12 de junho.

A Itália é o país mais problemático em relação ao coronavírus ultimamente, após os casos na China diminuírem consideravelmente onde a epidemia surgiu. Até o momento, são 9.172 casos confirmados e 463 mortes. No mundo todo, mais de 100 eventos esportivos foram cancelados, adiados ou tiveram suas realizações alteradas de todas as maneiras. As grandes dúvidas até o momento são sobre a realização da Eurocopa e dos Jogos Olímpicos em Tóquio.

VAVEL Logo