Em sua primeira temporada no Bayern, velocidade é característica
principal de Alphonso Davies
Alphonso Davies | Foto: Divulgação/FC Bayern

Desde que chegou no Bayern de Munique em 2015, o atacante Kingsley Coman é conhecido pela velocidade quando está em forma. Na Seleção da França, Coman é comparado com Mbappé neste quesito. Na atual temporada pelos bávaros, o jogador já atingiu quase 36 km/h e sua regularidade nesse aspecto o coloca como líder do futebol alemão desde quando os dados passaram a ser coletados, ainda que outros jogadores tenham números maiores que ele em alguns momentos, como Hakimi (Borussia Dortmund), Diaby (Bayer Leverkusen) e Ehizibue (Colônia).

Porém, questionado sobre outro jogador veloz durante os treinamentos realizados em Säbener Strasse (CT do Bayern), Coman apontou Alphonso Davies. “Alphonso Davies, é ele. Já fizemos alguns testes no Bayern. Se a velocidade é em slaloms ou em giros, acho que sou um pouco mais rápido, mas em linha reta é ele”, disse.

Alphonso Davies tem apenas 19 anos de idade e foi contratado junto ao Vancouver Whitecaps, equipe canadense que disputa a Major League Soccer (MLS). A princípio, a ideia da comissão técnica era usá-lo no lado esquerdo de ataque, como um ponta, na mesma posição de Coman. Porém, na atual temporada, passou a jogar na lateral-esquerda e tem bons números. Com muita velocidade e rápida aceleração, aproximadamente 22 km/h, Davies atuou em 23 jogos consecutivos como titular, sequência interrompida pela paralisação no futebol devido à pandemia do coronavírus. Na temporada como um todo, são 32 jogos, um gol e oito assistências, em um total de 2.500 minutos em campo.

A adaptação ao Bayern e à Bundesliga foi rapidamente impressionante, com benefício para todas as partes envolvidas. Questionado sobre os fatores que podem ter ajudado em sua fase inicial na Alemanha, Davies disse que Coman teve participação importante logo na primeira semana que passou a ter contato com o Gigante da Baviera.

“No meu segundo dia lá, falei com Kingsley Coman. Estávamos sentados tomando café da manhã e ele me disse que, quando treinamos, nós não devemos ter medo de cometer erros porque isso acontece, mas quando cometer erros, deve tentar recuperar a bola o mais rápido possível e não ter medo de tentar fazer coisas para se expressar”, afirmou o canadense.

Desde que chegou ao Bayern em setembro de 2015, Coman é considerado um jogador importante para todos os treinadores que passaram pelo clube – Josep Guardiola, Carlo Ancelotti, Jupp Heynckes, Niko Kovac e Hansi Flick – e tem dez títulos conquistados em quase cinco anos na Alemanha. São quatro títulos da Bundesliga, dois da DFB Pokal (Copa da Alemanha) e três da Supercopa da Alemanha. Prestes a completar o centésimo jogo no Campeonato Alemão, o atacante francês comentou sobre o anúncio de Hansi Flick ser confirmado como técnico do atual heptacampeão nacional.

“Quando assumiu o cargo, ele já havia feito amizade com os jogadores que normalmente não se tem com um treinador. Isso ajudou a colocar a equipe de volta aos trilhos em um momento difícil. Ele não mudou muito, mas nos deu um novo impulso”, comentou Coman.

OBayern de Munique venceu 18 dos 21 jogos que Flick esteve à frente no comando técnico. Com a sequência positiva de resultados, recuperaram a liderança da Bundesliga rumo ao oitavo título consecutivo, estão nas semifinais da DFB Pokal e venceram todos os sete jogos válidos pela Uefa Champions League.

VAVEL Logo