Entidades espanholas permitem treinos dos clubes com protocolo estabelecido pelo governo
Atlético de Madrid reconhecendo o gramado durante o treinamento (Foto: Divulgação/Atlético de Madrid)

Em meio à pandemia da Covid-19, a  La Liga e a Federação Espanhola de Futebol (RFEF) entraram em consenso com o Conselho Superior de Esportes (CSD) e liberaram os treinamentos para os clubes. Para garantir a retomada dos treinos, as equipes serão obrigadas a cumprir protocolos estabelecidos pelo governo.

Apelidado de Pacto de Viana, por ter sido realizado no Palácio de Viana, o acordo vai durar está "condicionado a evolução da pandemia da Covid-19 e as decisões adotadas pelo Ministério da Saúde".

De acordo com a imprensa local, uma das medidas de segurança será o teste de diagnóstico do coronavírus e treino individual antes da integração ao grupo.

Além disso, os presidentes Irene Lozano (CSD), Javier Tebas (La Liga) e Luis Rubiales (RFEF) firmaram o compromisso de criar um fundo de contingência de 10 milhões de euros (equivalente a R$ 57,4 milhões) para ajudar os atletas mais vulneráveis.

Terceiro país do mundo mais afetado pela pandemia, depois dos Estados Unidos e a Itália, a Espanha possui 198.674 casos confirmados e 20.453 mortos. O Campeonato Espanhol está suspenso desde o dia 8 de março, na 27ª rodada.

VAVEL Logo