Paris Saint-Germain dedica título da Ligue 1 a profissionais na linha de frente contra coronavírus
Foto: Divulgação/Paris Saint-Germain

Líder isolado da Ligue 1 quando a pandemia do coronavírus resultou na paralisação de todos os eventos esportivos na França, o Paris Saint-Germain foi declarado campeão nacional após a Liga de Futebol Profissional (LFP), após decisão do primeiro-ministro francês Édouard Philippe acatada de imediato pela Federação Francesa de Futebol (FFF). Com isso, a equipe conquista o Campeonato Francês pela terceira vez consecutiva e acumula nove títulos no total, igual ao Olympique de Marseille e atrás do Saint-Étienne, maior vencedor da competição, com dez troféus.

Em comunicado divulgado no site oficial do PSG, o presidente do clube Nasser Al-Khelaïfi dedicou o título a todos os profissionais que estão na linha de frente no combate ao Covid-19 no país, como cuidadores e equipe de saúde, considerados pela equipe como “heróis do cotidiano”, fundamentais para que a França continue em funcionamento mesmo em momentos de crise pandêmica.

“Desejamos dedicar este título de campeão da França na Ligue 1 2019/20 a todos os profissionais de saúde e outros heróis do cotidiano, cujo compromisso e o desinteresse por longas semanas tem toda a nossa admiração. Entendemos, respeitamos e apoiamos as decisões tomadas pelo governo francês para interromper o campeonato. A saúde, como o governo sempre disse, deve ser nossa prioridade”, disse o mandatário.

Nasser Al-Khelaifi, dono do PSG | Foto: Divulgação/PSG
Nasser Al-Khelaifi, dono do PSG | Foto: Divulgação/PSG

Por causa de todas as restrições que evitam aglomerações, a diretoria do PSG informou que o título será comemorado apenas quando o clube tiver a autorização para celebrar mais uma conquista nacional junto com todos os funcionários e torcedores. Vale ressaltar que a temporada no futebol francês acabou, mas o time ainda tem três frentes a disputar: a final da Copa da França contra o Saint-Étienne, a final da Copa da Liga Francesa contra o Lyon e as quartas de final da Uefa Champions League. A competição internacional é a que está em maior caráter de indefinição, enquanto a Federação Francesa de Futebol acredita que as copas possam ser realizadas em agosto. No comunicado, Nasser Al-Khelaifi espera que o título sirva de alento e momento de alegria em tempos complicados.

“Gostaria de agradecer aos jogadores, ao treinador, à equipe médica e esportiva e a todos os funcionários do clube pelo maravilhoso trabalho. Este troféu recompensa seu compromisso diário. Nestes tempos difíceis, espero que traga alguma felicidade e esperança a todos os nossos apoiadores. Seu apoio inabalável mantém o clube avançando. Agradeço-lhes calorosamente. Por fim, agradeço a todos os nossos parceiros por sua lealdade em todas as circunstâncias. Estou impaciente para comemorar esse título quando as condições nos permitirem com a grande família do Paris Saint-Germain”, finalizou.

VAVEL Logo