Triunfo bávaro! Bayern de Munique bate Dortmund e abre sete pontos na ponta da Bundesliga
Foto: Reprodução / Bayern de Munique

Mais uma vitória do líder! Assim foi o Der Klassiker que abriu a 28ª rodada da Bundesliga, com triunfo do Bayern de Munique sobre o Borussia Dortmund, em pleno Signal Iduna Park. O placar foi magro, apenas 1 a 0, mas o suficiente para abrir a distância de quatro para sete pontos na ponta. Agora, o caminho para o oitavo título seguido do Campeonato Alemão está facilitado para os bávaros nas últimas seis rodadas.

O clássico foi definido no detalhe. Aos 43 minutos do primeiro tempo, com uma obra-prima do habilidoso e técnico volante Joshua Kimmich, que encobriu o Roman Bürki, adiantado no lance. Sem forças e um tão desfalcado, o vice-líder não foi capaz de reverter o resultado.

A cobertura de Kimmich em Burki (Reprodução / Bayern de Munique)
A cobertura de Kimmich em Bürki (Reprodução / Bayern de Munique)

Primeiro tempo de trocação

Para quem gosta de assistir a um bom futebol, Dortmund e Bayern protagonizaram um jogo intenso e vertical do início ao fim da primeira etapa. A prova disso está na quantidade equilibrada de finalizações: sete dos donos da casa e seis dos visitantes. Mas a qualidade esteve nos pés bávaros, que acertaram quatro à meta, contra apenas dois do BVB. Além disso, a posse e bola foi outro ponto: 53% dos vermelhos sobre os 47% dos aurinegros. E foi com esses leves números superiores que o líder ficou à frente, com gol de Kimmich aos 43 minutos, numa obra-prima.

Logo no primeiro minuto, em saída parcial de Neuer, Haaland bateu mascado entre as pernas do goleiro adiantado e Boateng tirou em cima da linha. Como resposta, o Bayern também chegou com Goretzka, numa investida na primeira metade do período inicial, que obrigou Piszczek a repetir Boateng e também tirar um chute em baixo do travessão.

O Dortmund começou levemente melhor, mas perto dos 20 minutos, o Bayern equilibrou as ações. Porém, a trocação de ataques continuou. Foi num desses que os bávaros trabalharam a bola no campo de ataques, invadiram a área e Kimmich recebeu passe atrás da linha da grande área. Com boa visão e qualidade, ele só deu um tapa por cima do adiantado goleiro Bürki, que tocou na bola mas não evitou o gol de cobertura: 0-1.

Segunda etapa

Depois do intervalo, o Bayern voltou superior e expôs sua experiência e frieza no começo da etapa final, muito porque Lucien Favre tirou Brandt e Delaney, colocando Sancho e Can — os dois sem estarem 100% fisicamente. O time aurinegro demorou um pouco para se encaixar novamente, até que, numa finalização de Haaland, os borussianos reclamaram alegando que Boateng, caído, movimentou o braço em direção a trajetória da bola. VAR não interferiu, e o jogo seguiu normalmente.

Aos 72', Haaland deixou o campo com desconforto na coxa e deu lugar ao jovem Reyna. As substituições iam sendo feitas a medida em que o Dortmund tentava, no "abafa", pressionar e empurrar o Bayern, que já não tinha os contragolpes de Coman, substituído, desde os 74'. E foi aí que os visitantes perderam o gás ofensivo, a medida em que o BVB não efetividade nas jogadas. Aos 82', Lewandowski ainda mandou uma bola na trave, o último lance de perigo no clássico.

Os números do fim da partida comprovaram que a vitória do Bayern foi conquistada no detalhe, pois a posse de bola ficou empatada em 50%, assim como o número de chute a gol: cinco para cada. Mas só os bávaros balançaram as redes: 0-1.

Reta final na Bundesliga

Borussia Dortmund: Paderborn (fora), Hertha (casa), Düsseldorf  (fora), Mainz (casa), Leipzig (fora) e Hoffenheim (casa).

Bayern de Munique: Düsseldorf (fora), Leverkusen (fora), Monchengladbach (casa), Bremen (fora), Freiburg (casa) e Wolfsburg (fora).

Melhores momentos Dortmund 0x1 Bayern

VAVEL Logo