Delaney revela que Sancho vive pressão de sondagens: "Está começando a sentir lentamente"
Foto: Reprodução/Twitter Borussia Dortmund

É impossível falar sobre o Borussia Dortmund e não destacar a grande temporada que Jadon Sancho vem apresentando até então. Artilheiro e líder de assistências do Dortmund na Bundesliga, com 14 bolas na rede e 16 passes que resultaram em gols, respctivamente, é inevitável que o garoto de 20 anos não seja especulado em grandes clubes europeus.

Sancho chegou à equipe aurinegra na temporada 2017/2018. Sem estrear ainda no futebol profissional, o Borussia Dortmund desembolsou pouco mais de 7 milhões de euros para tirar o ponta do Manchester City, e o investimento valeu muito a pena.

Segundo o site Transfermarkt, o inglês está avaliado em 117 milhões de euros. As grandes atuações no futebol alemão, principalmente nesta temporada, fez surgir diversas especulações do camisa sete em outras equipes de grandes ligas europeias. Os times mais interesses para contratar o jogador é o Bayern de Munique e o Manchester United.

Thomas Delaney, companheiro de Sancho no Borussia Dortmund, disse em entrevista à ESPN que o jogador de 20 anos é um dos melhores que já atuou em campo e ainda comentou sobre a pressão interno que o inglês sofre com as especulações.

“(Jadon Sancho) um dos jogadores mais talentosos com quem joguei. Com esse talento, há muita pressão, e acho que ele está começando a sentir isso lentamente, tanto pela seleção da Inglaterra quanto dos clubes que o cercam”, confessou o meio-campista.

O dinamarquês não poupou elogios ao ponta, enfatizando que Sancho “desempenha melhor do que o esperado”, mas apontando que o jogador ainda pode apresentar um rendimento maior dentro de campo, seja no Dormund ou em outra equipe.

“Até este ponto (da temporada), ele tem tido um desempenho melhor do que o esperado, mas sempre haveria um próximo passo, e isso será interessante. O próximo passo em sua carreira e no seu desenvolvimento”, disse o jogador.

Para finalizar, Delaney afirmou que o inglês de 20 anos tem “o que é preciso para se tornar um dos cinco melhores do mundo”, destacando que Sancho “já fez o suficiente para se provar”.

“Apenas analisando suas habilidades, ele, definitivamente, tem o que é preciso para se tornar um dos cinco melhores do mundo. Você vê grandes talentos desperdiçados, e eu diria que ele já fez o suficiente para se provar”

VAVEL Logo