Em jogo marcado por arbitragem confusa, Benfica vence Rio Ave e divide liderança com Porto
Benfica suou para vencer o RIo Ave (Foto: Reprodução / Liga NOS)

Desde quando a Liga NOS (Campeonato Português) voltou após o pico da pandemia do coronavírus passar, o Benfica tinha conquistado apenas empates. A série de igualdades foi quebrada nesta quarta-feira (17), com a vitória encarnada ante o Rio Ave, no Estádio dos Arcos. O triunfo por 2 a 1 foi marcado por uma confusa arbitragem de Luis Godinho.

O homem do apito anulou um gol contestável do Benfica e, também, na visão dos atletas mandantes, não marcou um pênalti para a equipe da casa. No começo da peleja, ele se enganou ao mostrar um cartão amarelo para um atleta vilacondense. 

As águias lideram o campeonato na pontuação, mas perdem no critério de desempate: o confronto direto contra o Porto. Faltam, ainda, sete rodadas para o certame se encerrar.

O jogo

A partida já começou movimentada. Pawel Kieszek saiu jogando errado aos 10 minutos e Dyego Sousa ficou com a redonda, acionando Ferro. O goleiro, porém, se recuperou no lance.

Dois minutos depois, Nuno Tavares limpou Matheus Reis e finalizou, mas a bola desviou na dupla de zaga do Rio Ave.

A primeira patacoada da arbitragem aconteceu aos 15 minutos. Luís Godinho mostrou o cartão amarelo a Aderlan Santos após falta em Pizzi, mas o VAR o informou que quem cometeu a infração foi Elmusrati.

Um minuto depois, o próprio Pizzi finalizou o rebote da cobrança de falta e a bola respingou em Toni Borevkovic. Dyego Sousa tentou aproveitou a bola parada, mas nada conseguiu.

Quem abriu o placar, porém, foi o Rio Ave. Aos 26 minutos, Mehdi Taremi apareceu no segundo poste após cobrança de falta do lado direito e estufou a rede encarnada.

A equipe de Vila do Conde cresceu no jogo após o 1 a 0. Nuno Santos cruzou do lado esquerdo e Taremi apareceu, mas Nuno Tavares afastou o perigo com 35 minutos no relógio.

Aos 42 minutos, outro lance polêmico. Adel Taarabt faz boa jogada no lado direito e cruza rasteiro para Rafa Silva, que empata o encontro. Após longa revisão do VAR, porém, o gol é anulado. Toda a representação do Benfica reclamou bastante da decisão de Luis Godinho. 

Segundo tempo

A segunda etapa começou com o Benfica pressionando. Com apenas 03 minutos, Haris Seferovic, que entrou no lugar de Dyego Sousa no intervalo, cabeceou cruzamento de Tomás Tavares e levou perigo à meta de Pawel Kieszek. 

Outra polêmica aos 12 minutos. Pizzi cruza da esquerda e os atletas do Benfica reclamam de uma suposta mão na bola de Ali Elmusrati após cabeceamento de Haris Seferovic na área. O árbitro, porém, nada marca.

Líbio, Elmusrati não permaneceria muito mais tempo na peleja. Com 17 minutos, ele foi expulso de campo após matar contra-ataque puxado por Pizzi. E o castigo viria logo na sequência. 

Apenas dois minutos depois da expulsão, Nuno Tavares cruzou da esquerda e Haris Seferovic cabeceou para empatar o cotejo. 

Os ânimos ficariam ainda mais acirrados aos 28 minutos. Em nova jogada de ataque iniciada por Pizzi, Nuno Santos chega forte no adversário e também é expulso. 

Os vilacondense, porém, também tiveram seu quinhão de reclamação com Luis Godinho. Após bola arrematada por Taremi, os jogadores do Rio Ave reclamam de bola na mão de Ferro. O árbitro nada marcou aos 34 minutos da segunda etapa.

Dali em diante, o Benfica pressionou. Tomás Tavares cruzou e Carlos Vinícius cabeceou para fora aos 37 minutos. Três minutos depois, Seferovic não conseguiu aproveitar cruzamento da esquerda e finalizou para fora, à esquerda de Kieszek.

O gol da vitória chegaria aos 42 minutos. Pizzi cobrou escanteio e Julian Weigl escorou a bola no canto direito da meta do Rio Ave.

Dali até o fim da peleja, apenas a expulsão de Diogo Figueiras, por reclamações contra a arbitragem, valem ser citadas. Foi a terceira expulsão por parte dos mandantes.

Classificação e próximos jogos

O Benfica volta a empatar com o Porto no número de pontos: 64. Co-líderes da Liga NOS, os encarnados recebem o Santa Clara na próxima terça-feira (23), às 15h15.

Na mesma terça-feira, o Rio Ave viaja até Setúbal para enfrentar o Vitória, às 15h. Os vilacondenses seguem na sexta colocação, com 41 pontos.

VAVEL Logo