Mourinho critica arbitragem por 'penalidade estranha' no empate do Tottenham com Man United
Foto: Divulgação/Tottenham Hotspur

O Tottenham teve um resultado frustante nessa sexta-feira (19) ao empatar em casa com o Manchester United por 1 a 1, após estar vencendo até os 35 minutos da segunda etapa. Com o resultado, os Spurs estacionam na oitava posição na Premier League.

O time da casa abriu o placar ainda no primeiro tempo, com uma bela arrancada do atacante Bergwijn. O empate dos Red Devils veio aos 35 minutos da etapa final após Bruno Fernandes converter um pênalti duvidoso, sofrido por Pogba. No final do jogo, o árbitro Jonathan Moss sinalizou outra penalidade, porém essa foi anulada pelo VAR.

O técnico do Tottenham, José Mourinho, elogiou a atuação da equipe que foi dominante durante o jogo, segundo o treinador.

"Gostei da atitude da equipe, organzação, controle, ser sólido. Dar ao (Manchester) United o que eles não gostam. Os jogadores fizeram um trabalho fantástico na defesa. Eles tiveram dois chutes perigosos que Hugo Lloris salvou e nada mais. Todo o resto estava sobre controle. Por 70 minutos, quando tínhamos energia, estávamos fortes com a bola e sabíamos o que queríamos fazer". 

Mourinho lamentou não ter muitas opções no banco de reservas. Segundo o treinador, a falta de jogadores, como Dele Alli e Lucas Moura, influenciaram no resultado da partida.

"Insatisfeito com o fato de que eu estava lendo o jogo e não tinha banco para reagir. Quando eles se tornaram mais dominantes, estávamos cansados na frente e não conseguimos pressionar. Eu tenho que admitir, nos últimos 15 minutos eu adoraria ter Lucas Moura aqui, Dele Alli aqui. Os últimos 15 minutos foram difíceis para nós. Lucas e Dele são jogadores  que precisamos e podemos sentir isso hoje. Quando você olha para o banco deles e depois para o nosso, há diferença nas opções de ataque".

O português também não deixou de comentar sobre a atuação das arbitragem. O treinador demonstrou insatisfação tanto com o árbitro da partida quanto com o  VAR, após a marcação de dois pênaltis inexistentes - um deles foi cancelado após verificação do vídeo.

"Não estou feliz com a (primeira) penalidade e com a segunda penalidade. Estou descontente com o VAR, não com o árbitro, no primeiro (pênalti). O árbitro pode cometer um erro, mas o VAR está lá para fazer o seu trabalho. No segundo estou insatisfeito com Jon Moss (juiz da partida), porque ele não marcou uma falta antes (do pênalti marcado). Depois a penalidade foi anulada. Nesse caso, o VAR fez o certo".

Com o empate, o Tottenham está quatro pontos atrás da classificação para a Europa League, mas seus rivais diretos ainda jogam na rodada. Na próxima terça-feira (23), os Spurs recebem o West Ham, às 16h15 (horário de Brasília). José Mourinho deseja o retorno de Lucas Moura e Dele Alli para esse confronto, pois são dois jogadores "muito importantes" para a equipe.

VAVEL Logo