Técnico do Heidenheim, Frank Schmidt se orgulha de empate fora de casa com Werder Bremen
Foto: Reprodução /  Bundesliga

Nesta quinta-feira (02), aconteceu o primeiro jogo da Relegation. O Werder Bremen, que defendia sua vaga na Bundesliga, recebeu o Heideinheim, que veio da 2. Bundesliga. O 0 a 0 no norte do país deixou a equipe da segunda divisão alemã sonhando com a vaga. 

O técnico do time, Frank Schmidt, saiu do jogo satisfeito com o jogo: "Tenho que elogiar minha equipe. É claro que gostaríamos de marcar um gol. Mas alcançamos um resultado que continua a nos fazer acreditar na criação da grande sensação em casa. Claro, primeiro temos que deixar o jogo ceder e processá-lo. Mas então temos tempo no sábado e domingo para nos preparar para a segunda mão na segunda-feira em Heidenheim".

Capitão da equipe, Sebastian Griesbeck falou que o time teve chances ao decorrer do jogo, mas o empate sem gols também agradou. Sobre as chances do time subir para a Bundesliga, o meio-campista declarou:  "A crença na sensação já existia antes, mas é claro que, depois desse jogo, cresceu um pouco. Vamos nos regenerar de vez em quando e trazer tudo de volta ao campo na segunda-feira."

O atacante e camisa 10 do Heideinheim falou sobre a entrega do time: "Nós nos ajustamos bem, fizemos nossas coisas e nunca desistimos até o fim — mesmo que uma ou outra situação não tenha sido totalmente bem-sucedida. Sempre damos 100%, se não mais. Eu acho que você viu isso também e essa foi a chave do nosso bom jogo hoje."

VAVEL Logo