Lopetegui
respira aliviado após vitória apertada do Sevilla contra Eibar: “Cada jogo será
uma batalha"
Foto: Divulgação/LaLiga

A vitória contra o Eibar não foi fácil para o Sevilla. Os rojiblancos enfrentaram o time basco nesta segunda-feira (6) no Ramón Sánchez Pizjuán, em partida válida pela 34ª rodada da LaLiga, e precisaram lutar até o final para conquistar a magra vitória por 1 a 0. O único gol foi marcado por Lucas Ocampos, que nos minutos finais precisou largar sua função em campo para substituir Vaclik no gol, que saiu lesionado.

O técnico Julen Lopetegui analisou o jogo e disse que sua equipe deve se preparar para as próximas batalhas.

“Todas as vitórias são sofridas neste momento, já que todos deixam a pele e a vida em campo e a realidade é que cada jogo é muito sofrido; hoje já com um roteiro quase de Hitchcock no final. Deveríamos ter sentenciado antes e quando não o fazemos, os nervos aparecem, mas no final merecemos os três pontos. Cada jogo será uma batalha diferente e devemos estar preparados.”

O espanhol complementou: "O Eibar é um time muito bom. Quando sente que consegue inibir o estresse, executa o plano em perfeição. Eles também estavam pensando em como poderiam arrancar pontos contra nós e tentaram. Eles tiveram oportunidades, mas temos que continuar trabalhando porque em menos de uma semana temos um jogo em San Mamés."

Lopetegui também analisou os últimos jogos de seu time: “É sempre importante vencer e queríamos vencer. Estávamos perto de vencer todos os jogos, mas não conseguimos com esses quatro empates. Cada jogo é muito difícil e há muita igualdade. São finais.”

Sobre o goleiro Vaclik, o treinador afirmou que ainda não tem notícias: “Não há notícias; vamos esperar um pouco e esperar que não seja grave.”

Protagonista da partida, o argentino Ocampos comemorou o resultado conquistado: “Foi super importante vencer hoje. Sabíamos que era a noite para fazer a diferença e poder consolidar o que fizemos em casa. Estávamos todos defendendo o resultado que queríamos e o alcançamos.”

Sobre atuar no gol (seu companheiro saiu lesionado e Lopetegui já tinha feito as cinco substituições), o atacante admitiu que fez isso de modo inconsciente, mas que fica feliz por ajudar o time.

“Às vezes é complicado, mas o importante é que a equipe venceu. Quando disseram que Tomas não podia continuar, me ofereci pensando que tudo terminaria rapidamente e não foi assim. Irei muito feliz para casa.”

Com a importante vitória, o Sevilla se mantém na quarta posição, com 62 pontos, apenas dois atrás do Atlético de Madrid, além de abrir seis de vantagem para o Villarreal, que vem logo em seguida na tabela. O próximo jogo será contra o Athletic Bilbao na quinta-feira (9), às 17h.

VAVEL Logo