#BrazucaPeloMundo | Letônia: campeão nacional, Roger Junio destaca crescimento do futebol local
Foto: Divulgação/Riga FC

Longe do glamour das grandes ligas europeias, o futebol também acontece na Letônia, pela Optibet Virsliga. Localizado na região leste do velho continente e um dos três países bálticos, junto de Estônia e Lituânia, o futebol letão está em desenvolvimento. Mas, onde há futebol ao redor do mundo, há brasileiros. No Riga FC, clube da capital, um dos brazucas é Roger Junio

O meia, com passagem por Vila Nova-GOBotafogo-PB, Goiânia e Atlético-GO, no Brasil, desembarcou na Europa em 2019, inicialmente defendendo o Kukese, da Albânia. Em seguida, se transferiu para o Riga FC, clube de apenas cinco anos, que leva o nome da capital da Letônia. Logo de cara, Roger fez parte do elenco que conquistou o primeiro título do campeonato letão, ainda em 2019. 

O jogador contou à VAVEL Brasil sobre chegada e a impressão sobre a Letônia durante um ano de experiência no país. 

É um país tranquilo, com pessoas simpáticas. Moro na capital e aqui se pode fazer tudo caminhando. Você pode encontrar supermercado, escolas, restaurantes, lojas... Tudo por perto. No começo eu estranhei um pouco a comida, não tem todo tipo de comida que temos no Brasil, o tempero bastante diferente. Eles são um pouco mais fechados, mas são educados e sempre cumprimentam”, relatou. 

Embora não seja o esporte mais popular do país, atrás do hóquei sobre gelo e basquete, o futebol segue se popularizando e ganhando adeptos na Letônia. A referência do brasileiro é muito bem vista, segundo Roger. O meia revelou, inclusive, a grande expectativa sobre o desempenho de jogadores vindos do Brasil. 

Eles gostam muito do brasileiro e tem vontade de ir visitar o Brasil. Eu já encontrei pessoas naturais daqui que falam português por amar o Brasil. Quando vou em algum lugar, eles perguntam de onde eu sou e ficam fascinados de saber que sou brasileiro. Abrem um sorriso. No futebol é assim também, eles esperam muito de nós por sermos brasileiros e querem que façamos algo novo e traga o que eles almejam”, disse. 

Ainda segundo o jogador, embora exista o idioma letão, os atletas possuem um tradutor que centraliza a comunicação do cotidiano na língua inglesa, já que há muito estrangeiros no clube de diversas partes do mundo, como Japão, Sérvia, Ucrânia e França.

Apoio do Estado

De acordo com o portal oficial da União Europeia, a Letônia possui cerca de 1.9 milhão de habitantes atualmente. O país se estrutura politicamente como uma república parlamentar. O apoio ao esporte vem sendo uma das características do governo letão. Roger Junio falou sobre o apoio do Estado aos clubes de futebol no país:  ”Eles ajudam muito as federações nos jogos nacionais e principalmente quando há jogos internacionais”, revelou Roger. 

Optibet Virsliga e Riga FC

A Optibet Virsliga, atual modelo de campeonato nacional da Letônia, teve início em 1992. O maior campeão, até então, é o Skonto FC, com 14 títulos. O Riga FC, clube de Roger Junio, foi fundado em 2015 e, desde então, foi protagonista na primeira divisão nacional, que é disputada por 10 clubes. O clube busca o bi-campeonato em 2020, após o título na temporada anterior. 

Para o futebol letão eles (o Riga FC) têm uma ótima estrutura, mas para nível europeu ainda está em fase de crescimento. O clube tem investido bastante na construção de um centro de treinamento, com acomodações e tudo que um atleta precisa, mas tem estádio próprio com uma boa estrutura”, destacou Roger, que tem como companheiro outro brazuca: o meia Felipe Brisola

VAVEL Logo