Invicto desde reinício da Serie A, Milan enfrenta Parma em má fase
Foto: Divulgação/AC Milan

Em toda e qualquer disputa, a vitória é o objetivo a ser buscado. No caso do futebol, durante os 90 minutos. Com toda a lógica possível, não será diferente em Milão/ITA, na tarde desta quarta-feira (15). No Estádio San Siro, o Milan recebe o Parma às 14h30, pela 33ª rodada da Serie A 2019-2020. A situação de ambos na tabela de classificação reflete o momento vivido por ambos os lados.

Separados por dez pontos, os rossoneri estavam irregulares até a paralisação do calcio por causa da pandemia do novo coronavírus. Quando o Campeonato Italiano retornou, o clube melhorou o desempenho e não foi derrotado. Com isso, tem 50 pontos e briga por uma vaga na Uefa Europa League, no sétimo lugar. Nesse ínterim, a situação gialloblù era completamente oposta, mas os cinco jogos sem vencer deixaram a equipe longe de retornar a uma competição europeia. O clube soma 40 pontos e está na 12ª colocação.

Na última rodada, os dois times empataram em 2 a 2. O Milan enfrentou o Napoli no Estádio San Paolo, saiu na frente do placar, cedeu a virada, mas buscou o empate. O Parma teve um confronto mais complicado em casa contra o Bologna. Perdia por 2 a 0 desde os primeiros 15 minutos de jogo e conseguiu igualar o marcador com gols marcados aos 48 e aos 50 minutos do segundo tempo.

Ibrahimovic e seu jogo #100 pelo Milan

Nos seis jogos que disputou após o retorno do calcio (com exceção da Coppa Italia), o Milan ganhou quatro jogos e empatou dois. Mas as quatro vitórias foram celebradas além da medida, uma vez que o clube milanês venceu bem Roma, Lazio e Juventus, clubes fortes e que estão em posições superiores. No último fim de semana, fez um jogo duro e conseguiu arrancar um ponto de Nápoles. Com essa pegada, além de aproveitar o momento ruim do adversário, que o clube espera obter mais três pontos a fim de ficar mais próximo da Roma por uma vaga na fase de grupos da Uefa Europa League.

O grande destaque do jogo será o atacante Ibrahimovic, que atinge o centésimo jogo pelo Milan. Nos 99 anteriores, foram 62 gols e 24 assistências. O sueco tem presença certa no time titular como referência ofensiva. A única dúvida será no meio de campo. O meia Saelemaekers cumpre suspensão por ter sido expulso na última rodada. Com isso, Lucas Paquetá e Bonaventura brigam por uma vaga. Também são desfalques os zagueiros Léo Duarte e Musacchio, além do meia-atacante Samu Castilejo, todos lesionados. Estão pendurados os zagueiros Romagnoli e Musacchio (desfalque nesta tarde), o lateral-esquerdo Theo Hernández, o volante Bennacer e o atacante Ante Rebic. O técnico Stefano Pioli falou sobre a necessidade da equipe de somar pontos em todos os jogos para alcançar o objetivo de retornar a uma competição internacional.

“Temos o dever de continuar pontuando se quisermos voltar a um torneio europeu. Enfrentaremos uma equipe insidiosa e difícil, teremos que estar prontos tanto fisicamente quanto mentalmente. Até o momento, construímos muito uma maneira de estar em campo e uma mentalidade muito específica. Temos que confiar em nossas certezas. Temos nossa filosofia de jogo e nossa mentalidade, ingredientes que nos levaram a obter resultados importantes. Os próximos seis jogos dirão que tipo de equipe somos”, afirmou.

Reabilitação

O Parma iniciou bem o retorno da Serie A com uma goleada sobre o Genoa como visitante. Porém, não venceu os cinco jogos restantes. Foi derrotado pela Internazionale, pelo Hellas Verona, pela Fiorentina e pela Roma. Contra o Bologna quase teria o mesmo fim. Saiu atrás do marcador ao sofrer dois gols nos primeiros 15 minutos, mas buscou o empate nos três minutos finais e ganhou um pouco de sobrevida para não entrar numa espiral de péssimos resultados. Mas a reabilitação precisa ser urgente e a equipe afirma estar motivada para surpreender o Milan no San Siro.

O técnico Roberto D’Aversa não poderá contar com os meias Scozzarella e Kucka, ambos lesionados, mas terá os retornos dos atacantes Cornelius e Siligardi. Após se recuperar de longa lesão e marcar o gol de empate diante do Bologna, o atacante Inglese deve começar no banco de reservas por ainda não estar pronto para jogar 90 minutos. Estão pendurados os defensores Laurini e Darmian, além dos meio-campistas Grassi, Brugman, Kurtic e Kucka (desfalque). O comandante crociati reconhece as grandes dificuldades de enfrentar o Milan fora de casa, mas destaca o trabalho mental dos atletas para sair da má fase.

“Espero que o resultado no domingo nos faça recomeçar na atenção aos detalhes que, neste momento, jogando a cada três dias, mostram erros maiores do que antes. Milan é uma equipe forte, com um objetivo específico. Não será um jogo simples, mas na Serie A não há jogo simples. Se não entrarmos com determinação, malícia, atenção e desejo para colocar o adversário em dificuldade, vamos falhar. Por outro lado, se colocarmos essas características, que nos distinguiram durante a maior parte do campeonato, faremos bem. Não devemos ser influenciados por esse período ruim, mas pelo desempenho durante todo o campeonato”, avaliou.

Possíveis escalações

Milan – Gianluigi Donnarumma; Calabria, Kjaer, Romagnoli e Theo Hernández; Krunic e Bennacer; Lucas Paquetá (Bonaventura), Çalhanoglu e Rebic; Ibrahimovic. Técnico: Stefano Pioli.

Parma – Sepe; Laurini, Iacoponi, Bruno Alves e Gagliolo; Grassi, Brugman e Kurtic; Kulusevski, Cornelius e Gervinho. Técnico: Roberto D’Aversa.

VAVEL Logo