Mesmo com goleada sobre Brescia, Gian Piero Gasperini analisa dificuldades da Atalanta
Foto: Divulgação/Atalanta BC

A Atalanta atropelou o Brescia nessa terça-feira (14) pelo placar de 6 a 2, em jogo válido pela 33ª rodada da Serie A 2019-2020. Porém, quem vê o placar, não imagina a dificuldade dos donos da casa no início do jogo.

Gian Piero Gasperini, técnico da Atalanta, falou sobre as dificuldades da primeira etapa na entrevista coletiva após o jogo. "Nós imediatamente fizemos o primeiro gol depois de 90 segundos e tivemos dez minutos de dificuldades, como sempre acontece com a gente. Isso aconteceu no começo do jogo. Ultimamente temos lidado com a situação, mas hoje sofremos algumas situações perigosas. Acho que é porque jogamos com muita frequência, a concentração não é sempre a melhor. Então, o time se recuperou durante os 90 minutos, que são os que são avaliados globalmente", ponderou

Sobre as  substituições que fez durante a partida, inclusive do goleiro Marco Sportiello, Gasperini afirmou que era a noite certa para isto. "Estava com um pouco de medo porque os jogos são sempre armadilhas: se você não os interpreta direito, eles podem ficar complicados. Os meninos jogaram com qualidade e marcaram bons gols no início e isso nos deixou usar os jogadores que jogaram menos", explicou.

O atacante  Ebrima Colley, que subiu ao profissional no último mês de fevereiro, entrou no meio do jogo e deu assistência para um dos gols. No fim do jogo, ele falou  sobre a chance que o técnico o deu. "Estou sempre pronto quando o técnico precisar de mim. O mais importante é trabalhar duro durante o treinamento. Acho que estou fazendo isso, mas não o suficiente porque preciso fazer mais", disse.

VAVEL Logo