Aston
Villa arranca vitória contra Arsenal e deixa zona de rebaixamento da Premier League
Foto: Divulgação/Premier League

O Aston Villa conquistou uma vitória crucial sobre o Arsenal pelo placar de 1 a 0 nesta terça-feira (21) e saiu do Z-3 na 37ª e penúltima rodada da Premier League. No Villa Park, o autor do gol decisivo foi Trézéguet, no primeiro tempo.

Os Villans foram para o jogo dependendo apenas de si para sair da zona de rebaixamento na penúltima rodada do campeonato. Isso porque a equipe do Watford havia acabado de perder para o Manchester City por 4 a 0, placar que igualou o saldo de gols dos Hornets ao do Aston Villa, e a vitória do time de Birmingham igualaria também a pontuação das equipes.

Já os Gunners, finalistas da FA Cup após derrotarem o Manchester City pelo placar de 2 a 0, tinham na partida a chance matemática de continuarem na disputa por uma vaga para a Liga Europa. A diferença para o Tottenham, sétimo colocado, é de cinco pontos, o que exigia duas vitórias do Arsenal nas duas últimas rodadas do Inglês, além de uma derrota dos Spurs para o Crystal Palace na rodada final

O primeiro tempo foi de poucas bolas na direção do gol por parte das duas equipes. Aos seis minutos, McGinn cabeceou muito por cima do alvo. O Arsenal tinha seus chutes bloqueados dentro da área adversária, sem chegar em Pepe Reina, mas mantinha a posse de bola.

Apenas aos 28, o time da casa ameaçou de novo e foi eficiente. Em cobrança de escanteio, a bola sobrou para Trézéguet livre na segunda trave, que pegou de primeira e abriu o placar com um gol muito importante para o Aston Villa.

Dois minutos depois, Dani Ceballos tentou de longe aproveitando cobrança de falta, mas isolou. Já no fim da primeira etapa, os Villans resolveram pressionar na tentativa do segundo gol.

Aos 41 minutos, Trézéguet tentou de cabeça recebendo cruzamento da direita para Emiliano Martínez agarrar. E, aos 44, contra-ataque rápido, Grealish puxou da esquerda para o meio, finalizou colocado de fora da área, mas para fora.

O segundo tempo iniciou com a equipe mandante, novamente, no campo de ataque. Porém a primeira chance foi dos Gunners com Saka mandando por cima dentro da área. Aos oito minutos, Aubameyang recebeu de frente para o gol em jogada de velocidade, girou, mas teve seu chute bloqueado na hora certa por Ngoyo.

Dois minutos depois, em bate-rebate, a bola sobrou para Guilbert, que finalizou com desvio. Aos 29, Grealish arrancou pela esquerda, passou para Keinan Davis, que invadiu a área e chutou cruzado muito perto da trave.

Somente aos 31 minutos, o Arsenal conseguiu sua primeira finalização no gol e quase empatou a partida. Cobrança de escanteio, Nketiah subiu, cabeceou, a bola bateu na trave e voltou nas mãos de Pepe Reina.

No minuto seguinte, Grealish arrancou mais uma vez, a bola sobrou para McGinn bater forte de fora da área, e Martínez espalmou. Aos 36, de novo McGinn tentando de primeira na área, mas sem direção. Seis minutos depois, os Gunners ainda insistiram em cobrança de falta na entrada da área pela direita, Pepe Reina saiu errado, porém a cabeçada saiu por cima.

Classificação e próximos compromissos

Com a vitória decisiva, o Aston Villa deixou a zona de rebaixamento da Premier League. Empurrando o Watford para o Z-3, os Villans ocupam agora a 17ª colocação com os mesmos 34 pontos dos Hornets, mas com um gol a mais em saldo. O próximo e último compromisso é fora de casa contra o West Ham no domingo (26) às 12h, dependendo apenas de si para permanecer na elite do futebol inglês.

Já o Arsenal, sem os três pontos, se manteve na décima posição com 53 pontos e deu adeus à possibilidade de classificação à Liga Europa via Premier League - o time pode garantir vaga na competição caso vença a FA Cup. Os Gunners voltam a campo pela última vez no Inglês também no domingo (26) às 12h, quando recebe o Watford, time que disputa com o Aston Villa a permanência na primeira divisão.

VAVEL Logo