É final! Pelo título da FA Cup, Arsenal e Chelsea fazem clássico londrino em Wembley
Foto: Divulgação/FA Cup

Arsenal e Chelsea duelam pelo título da FA Cup neste sábado (1º) às 13h30. O palco da grande final, com 21 títulos em campo, será o tradicional Estádio de Wembley. No clássico londrino, a esperança de ter um título na temporada vai falar mais alto que tudo durante todos os minutos da batalha decisiva.

O Arsenal é o maior vencedor da competição, ostentando 13 troféus. A campanha na edição conta com cinco vitórias, nove gols marcados e dois sofridos. Três jogos foram contra equipes da Premier League (Sheffield, Bournemouth e Manchester City), um contra o Leeds, da segunda divisão, e um contra o Portsmouth, da terceira. Pelas semifinais, derrotou o time de Pep Guardiola pelo placar de 2 a 0. Aubameyang foi o autor dos dois gols e herói da partida decisiva.

Já pela Premier League, os Gunners não tiveram tanto sucesso na temporada. Terminaram na oitava colocação, portanto fora das vagas às ligas europeias. Mas a classificação para a Liga Europa ainda pode vir, justamente através da conquista da Copa da Inglaterra. Caso isso não ocorra, a equipe classificada será o Wolverhampton, que terminou na sétima posição, uma vez que o Chelsea já garantiu vaga à Liga dos Campeões via Inglês.

Os Blues ocupam o terceiro lugar na lista de maiores campeões da FA Cup, com oito títulos. Nesta edição, anotaram cinco vitórias, dez gols marcados e dois sofridos. Os adversários foram Nottingham Forest e Hull City, da segunda divisão, Liverpool, Leicester e Manchester United, da Premier League.

Na semifinal, bateu os Red Devils com tranquilidade por 3 a 1. Giroud , Mason Mount e Rüdiger fizeram para o Chelsea, enquanto Bruno Fernandes descontou para o United. O Chelsea finalizou sua participação no Campeonato Inglês na quarta posição, garantindo vaga na fase classificatória da Champions.

A última vez em que o Chelsea levantou o troféu da competição foi em 2018, batendo o Manchester United pelo placar de 1 a 0. Já a última glória do Arsenal foi no ano anterior, 2017, quando se sagrou campeão no mesmo confronto desta edição. Vitória sobre os Blues por 2 a 1.

Foto: Divulgação/FA Cup
Foto: Divulgação/FA Cup

Gunners buscam se isolar como maiores vencedores, além de classificação à Liga Europa

Mikel Arteta, comandante que tem a responsabilidade de firmar o Arsenal como maior vencedor da competição, garante que ele e sua equipe estão mais que estimulados para a decisão:

Estamos muito empolgados, é um dia tão especial, no país e nesta competição. Somos um clube que está muito ligado à FA Cup pela quantidade de vezes que conquistamos, então queremos fazê-lo novamente. Para mim, também, é tão especial ser a minha primeira temporada no comando de uma final com a equipe, e os meninos estão realmente empolgados e ansiosos para o jogo”.

O técnico não concorda com um possível favoritismo do Chelsea, visto que se trata de um grande confronto:

Eu não sei, é uma final. O único objetivo, o único foco, e toda a nossa energia estará em ganhar esse troféu, não importa por onde começar. Dois grandes clubes jogando um com o outro, o Chelsea está em um momento muito bom, eles voltaram tão longe nesta temporada em que estão - estão jogando um nível muito bom. Nós vamos fazer isso”.

Quanto às diferenças entre Arsenal e Chelsea, Mikel não enxerga seu time como inferior em algum aspecto:

Não sei como eles estão estruturados ou quais são os recursos para eles. Obviamente, você pode ver o elenco que eles têm no momento, a quantidade de jogadores que eles têm, a qualidade dos jogadores que eles têm e o bom trabalho que eles estão fazendo. Também temos jogadores muito bons, somos uma boa equipe e somos um clube incrível, então acho que estamos em uma boa posição”.

Já vislumbrando ganhar um troféu em sua primeira temporada, o técnico dos Gunners considera que seria algo estimulante e que geraria boas lembranças para o futuro:

Bem, gera confiança quando você conquista um título. Ele gera momentos em que juntos você passa por boas emoções e, no final, reúne todos e você tem boas lembranças. Trata-se de ganhar e ganhar um troféu que é tão positivo para qualquer clube e, quando você está em processo, obviamente isso torna ainda mais importante. Temos uma grande oportunidade amanhã, então vamos em frente”.

Provável escalação do Arsenal: Martínez; Holding, David Luiz, Tierney; Bellerín, Dani Ceballos, Xhaka, Saka; Pepe, Aubameyang; Lacazette.

Blues esperam fechar boa temporada com o título da tradicional competição

Frank Lampard, campeão da FA Cup quatro vezes pelo Chelsea como jogador, perdeu apenas uma vez, em 2002. Coincidentemente, o adversário era o mesmo de agora.

O comandante defende que seus jogadores não precisam ser pressionados para a ocasião, pois já possuem experiência em grandes confrontos: 

Eu também não quero pressionar demais. A maioria dos jogadores que participou deste ano jogou em grandes jogos da Liga dos Campeões e em jogos críticos da FA Cup que nos trouxeram aqui, contra o Liverpool, o Manchester United e o Leicester. Eles têm experiências de jogar em jogos grandes e de alto nível, então pode haver uma palavra estranha, mas eu só quero que eles se apresentem enquanto treinam, como se apresentaram com bastante regularidade nesta temporada, porque, se eles puderem encontrar esse tipo de padrão, então nós temos uma chance muito boa de ganhar”.

Ele afirma ainda que, mesmo se o título não vier, a experiência, principalmente para os atletas jovens, será única e fundamental.

É claro que vencer seria um impulso, mas a experiência de uma final de copa para jovens jogadores é uma experiência de qualquer maneira. Certamente é o caso dos jovens jogadores que você pode melhorar quanto mais finais jogar, nem todos têm a sorte de jogar tantos, mas eles têm uma sensação diferente deles. Há uma pressão extra e uma necessidade de vencer que podem mudar a face do jogo e o foco nos pequenos detalhes, por isso será uma ótima experiência para nossos jogadores. Claro que queremos ganhar”.

Frank aprova o trabalho do jovem técnico adversário, Mikel Arteta, garantindo que ele fez progressos positivos.

"Acho que ele fez um bom trabalho desde que esteve lá. Conheço esse sentimento de tentar enviar mensagens, continuar tentando aprofundar as coisas em casa, fazer relacionamentos e ver onde você quer que o clube seja levado adiante. Do lado de fora, tenho um grande respeito pela maneira como ele fez seu trabalho”.

Sobre o Arsenal buscar o título com a motivação extra de se classificar para a Liga Europa, o comandante dos Blues tem suas dúvidas se isso será um estímulo ou um obstáculo para o adversário.

"Não tenho certeza de que pressão isso adiciona em termos de se tornar positivo ou negativo. Esse é o problema deles e é um bom problema para eles, porque eles podem entrar na Europa através do jogo”.

Para a decisão, N'Golo Kante e Willian ainda são dúvidas entre os titulares. Já Loftus-Cheek está fora por lesão.

Provável escalação do Chelsea: Caballero; Azpilicueta, Zouma, Rüdiger; Reece James, Jorginho, Kovacic, Marcos Alonso; Mason Mount, Giroud, Pulisic.

VAVEL Logo