Gattuso
lamenta falta de eficiência do Napoli, mas garante: “Muito
satisfeito com o desempenho”
Foto: Divulgação/SSC Napoli

O Barcelona derrotou o Napoli pelo placar de 3 a 1 neste sábado (8) no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, eliminando o time italiano. No placar agregado, 4 a 2 para a equipe espanhola. Os gols, no Camp Nou, foram marcados por Lenglet, Messi e Suárez para o mandante e por Insigne para o visitante.

O Napoli foi para a partida decisiva vivo na disputa por uma vaga inédita às quartas de final da Champions. Além de ser o atual campeão da Copa Itália, conseguiu segurar um empate em 1 a 1 no jogo de ida, em casa. Logo, uma vitória simples ou um empate a partir de 2 a 2 já seria o suficiente.

No entanto, apesar da posse de bola equilibrada e de muitas finalizações italianas, o time catalão foi eficiente e garantiu o placar ainda no primeiro tempo.

Insigne, autor do único gol italiano, lamentou muito a eliminação na competição mais valorizada da Europa, mas garantiu que não faltou empenho por parte de sua equipe.

"Sair da Champions League é muito decepcionante, mas demos o nosso melhor até ao fim. Sabíamos que tínhamos uma grande equipe pela frente, estivemos no jogo, lutamos e tentamos até ao último minuto. Provavelmente poderíamos ter feito algo mais na primeira parte, nem tivemos sorte em algumas conclusões. Uma pena, porque poderíamos ter incomodado ainda mais o Barcelona”.

O atacante espera que o jogo sirva de exemplo para que o time passe a ser mais eficiente no ataque. Além disso, já vislumbra o retorno à competição.

Em geral, acho que estamos no caminho certo em termos de jogo e atitude em campo. Precisamos fazer mais na frente do gol, mas acho que vamos crescer desse ponto de vista também. No próximo ano, vamos tentar recuperar o acesso à Champions League, desta vez tentando começar bem o campeonato e continuar em níveis elevados até ao fim".

Gennaro Gattuso, comandante do Napoli, considera que o Barcelona aproveitou os momentos de deslize adversário, enquanto sua equipe não conseguiu colocar a bola para dentro. Apesar disso, saiu satisfeito com o desempenho que viu.

Há muito arrependimento por aquela meia hora de apagão, sofremos três gols incríveis, mesmo que o primeiro esteja para ser revisto. Vi uma equipa que, depois de graves erros, fez o jogo que devia, com muita personalidade, o que colocou o Barcelona em grande dificuldade. Tivemos o dobro de chances, se você olhar as estatísticas, quase parece que não houve nenhuma partida a nosso favor. No entanto, estou muito satisfeito com o desempenho”.

O classificado Barcelona enfrenta agora a equipe do Bayern de Munique, que eliminou o Chelsea pelo elástico placar agregado de 7 a 1, nas quartas de final da Liga dos Campeões. O confronto em jogo único será na próxima sexta-feira (14) às 16h no Estádio da Luz, em Lisboa.

VAVEL Logo