Herói da Champions em 1992, Ronald Koeman volta ao Barcelona como técnico
Foto: Divulgação/KNVB

O Barcelona anunciou nesta quarta-feira (19) a contratação do técnico Ronald Koeman para comandar a equipe na próxima temporada. O holandês vem para substituir Quique Setién no cargo e será responsável pelo processo de restruturação que os blaugranas irão passar após vexame histórico na Champions League.

Para assumir o novo desafio, Koeman precisou abrir mão da Seleção Holandesa, que treinava desde fevereiro de 2018. O treinador foi procurado em dezembro de 2019 pelo presidente Josep Maria Bartomeu, mas preferiu continuar na Holanda, pois tinha responsabilidade com a seleção e faltavam poucos meses para a realização da Eurocopa.

Com a competição europeia de seleções sendo adiada para 2021, mudaram-se os planos e dessa vez o comandante aceitou continuar as negociações com Bartomeu. O mandatário revelou que o procurou novamente porque sabia do sonho que o holandês tinha em treinar o Barcelona.

A escolha também se deve ao passado de Koeman, que foi jogador do time catalão entre os anos de 1989-1995, fez parte do Dream Team de Cruyff e conhece muito bem o clube. Foi dele, o gol do primeiro título de Champions do Barça, em 1992, sobre a Sampdoria.

Em entrevista à BarçaTV, antes do anúncio oficial, o presidente Bartomeu justificou: “Apostamos nele porque o conhecemos muito bem, pela forma como pensa e como as suas equipes jogam, mas também por sua experiência, por estar no Dream Team de Cruyff, conhece o Barça e a forma de compreender o futebol.”

O treinador de 57 anos iniciou a carreira em 1997 como auxiliar técnico de Guus Hiddink e Frank Rijkaard na Seleção Holandesa, e em 1998, auxiliou Louis van Gaal no Barcelona. Koeman também passou por Vitesse, Ajax, Benfica, PSV, Valencia, AZ Alkmaar, Feyenoord, Southampton e Everton. O Barcelona será o décimo clube a fazer parte de seu currículo.

VAVEL Logo