Após dura classificação, jogadoras do Barça exaltam companheiras do Atlético de Madrid: "Superaram adversidades"
Foto: Divulgação/UEFA

Em clássico espanhol, Atlético de Madrid e Barcelona se enfrentaram nesta sexta-feira (21), no Estádio San Mamés, do Athletico de Bilbao, no país Basco. Em partida válida pelas quartas de final da Champions League Feminina, a equipe blaugrana venceu pelo placar mínimo, com gol de Kheira Hamraoui aos 80 minutos. 

Atacante do Barça e responsável pela assistência no gol que classificou sua equipe, Oshoala cedeu entrevista e falou sobre sua avaliação da atuação do time na partida, lembrando do tempo em que as atletas ficaram sem jogar. 

"Este foi o nosso primeiro jogo em muito tempo, mas muitas coisas podiam ter sido melhores. Vindo de alguns meses sem jogar, tentando manter o nosso ritmo, não esperamos que tudo dê certo e seja perfeito, mas podemos ser melhores, com certeza. "

Oshoala reconheceu também as virtudes da equipe rival. O Atlético de Madrid chegou pela primeira vez em sua história nas quartas de final do torneio: "Temos de respeitar todas as equipes, é uma equipe muito boa - uma das melhores da Europa. Foi um jogo difícil, mas no final do dia vencemos e isso é o máximo, e a coisa importante."

Ao final da entrevista, a atacante da seleção nigeriana, comentou sobre o próximo confronto do clube na Champions League frente o Wolfsburg, falando sobre como será a preparação psicológica das meninas para o restante do mata-mata. A camisa 20 também admitiu o poderio do time e disse estarem entre as melhores do mundo. 

"Continua a ser a mesma mentalidade, queremos entrar e dar o nosso melhor sempre. Queremos ter a certeza de que jogamos um bom futebol e tentamos passar à próxima eliminatória. Temos que aproveitar o momento agora e trabalhar mais duro para o próximo jogo. Penso que somos uma das melhores equipas da Europa. A cada jogo tentamos dar o nosso melhor. Vencer jogos é algo que resulta do trabalho árduo da equipa. Como equipa, esperamos continuar a conseguir Melhor."

Vencedora da UEFA Women's Champions League 2015, Verónica Boquete, confirmou que o favoritismo das culés tido fora de campo não se concretizou pela dificuldade do jogo, mas que no fim a equipe conseguiu a classificação.

"O Barça venceu, mas foi muito mais complicado do que o esperado. O Atlético venceu também em um sentido: em termos de orgulho e respeito de todo o continente. Elas lutaram e superaram as adversidades, mas o Barça avançou para a semifinal. "

Por fim, a jogadora autora do gol da vitória do Barcelona, Kheira Hamraoui falou com a imprensa: "Foi um jogo difícil, contra adversários difíceis e difícil de preparar. Eles estavam determinados a não nos deixaram marcar e dificultaram muito as coisas".

VAVEL Logo