Antonio
Conte fica com vice em quarta final europeia da carreira
Foto: Divulgação/UEFA

A derrota e consequente perda de título da Internazionale do técnico Antonio Conte para o Sevilla nesta sexta-feira (21) na final da Europa League não foi a primeira vez que o italiano saiu com a medalha de prata em competições europeias do comandante. Mas, sim, a quarta considerando Liga Europa e Liga dos Campeões, anteriormente como jogador.

Na Champions de 1996-97, o então volante Conte já defendia a Juventus. A grande final, disputada no dia 28 de maio de 1997, foi contra o Borussia Dortmund e sagrou a equipe alemã campeã após vitória pelo placar de 3 a 1. Gols de Riedle e Ricken para o Dortmund e de Del Piero para a Juve. Conte, no entanto, não chegou a entrar em campo.

Já na Champions de 1997-98, o time de Turim enfrentou o Real Madrid na decisão em 20 de maio de 1998. Derrota para a equipe espanhola pelo placar de 1 a 0, gol anotado por Mijatović. O volante italiano saiu do banco aos 32 da segunda etapa, mas não pôde levantar o troféu.

Anos mais tarde, Conte ficou no quase pela terceira vez na Liga dos Campeões de 2002-03. E em uma final italiana, Juventus contra Milan. No dia 28 de maio de 2003, após um empate em 0 a 0, as equipes decidiram quem seria o grande campeão na disputa de pênaltis. Melhor para o time de Milão: 3 a 2 nas cobranças. Conte entrou em campo logo no início do segundo tempo, porém sem sucesso mais uma vez.

VAVEL Logo