É
campeão! Chelsea vence Manchester City e fatura título na Community Shield
Feminina 
Foto: Divulgação/Chelsea

A Community Shield Feminina voltou a ser realizada após 12 anos, e claro, aconteceu um grande jogo para celebrar o retorno da competição, que também é popularmente conhecida como Supercopa da Inglaterra. Chelsea e Manchester City se enfrentaram neste sábado (29), no Wembley, em decisão que valia título para elevar o moral do time vencedor, para começar bem a temporada 2020-21 do futebol inglês.

Com gols de Bright e Cuthbert, as Blues venceram a partida por 2 a 0 e deixaram as Citizens com vice-campeonato.

O jogo

Com apenas dois minutos de partida, o Chelsea já começou pressionando o adversário, em contra-ataque puxado pelo lado direito e Kerr finalizou bem perto do gol. O City, por sua vez, estava encurralado pela marcação pressão e apenas conseguiu responder aos 11', no primeiro ataque também pelo seu lado direito.

Aos 21', o time de Manchester começou a mostrar a que veio, em ataque perigoso de Stanway, que exigiu bela defesa da goleira Berger. Aos 28’, a ameaça se concretizou em gol, em jogada que começou com Beckie (entrou na vaga de Hemp, que saiu lesionada), que driblou suas adversárias e passou para Janine abrir o placar. Para alívio das Blues, o tento foi anulado.

As 32', em oportunidade de bola parada, Ji cobrou a falta perto da área, mas Kerr não aproveitou. Imediatamente o City atacou com a bola recuperada no meio-campo, que em primeiro momento Berger precisou trabalhar para afastar o perigo, porém parou em Beckie, que carimbou a trave.

Por sua vez, Chelsea atacou com Kerr, longe de oferecer alguma ameaça. O clube londrino continuou no ataque, com mais posse de bola, entretanto as Citizens foram mais decisivas em seus ataques na primeira etapa.

Na volta do intervalo, Kerr novamente desperdiçou outra chance de gol aos 48'. Assim como no primeiro tempo, o City sofreu nos minutos iniciais e não conseguiu sair direito de seu campo de defesa.

Aos 60', em bela assistência de Scott, as Citizens responderam com Stanway, que não aproveitou. Esse, aliás, foi o último ataque de perigo do time de Manchester, que sofreu com a expulsão de Scott; depois da falta violenta em Ji, levou segundo cartão amarelo e foi para o chuveiro mais cedo.

Com jogadora a mais em campo, o Chelsea aproveitou para abrir o placar aos 66', em golaço da zagueira Bright, que arriscou de fora da área e chutou no canto direito da goleira Roebuck, que tentou se esticar ao máximo para evitar o gol, mas sem sucesso.

Em duas oportunidades que teve, a sul coreana Ji, uma das destaques das Blues na partida, chutou na direção da goleira adversária.

O City, enquanto isso, estava desgastado, entretanto se esforçou para ir em busca do gol de empate nos momentos finais do jogo. O esforço, todavia, não foi suficiente para impedir o segundo tento do Chelsea nos acréscimos.

Cuthbert, que entrou no decorrer da partida, aproveitou a jogada que começou com Ji no meio-campo, e quando a bola parou em seus pés, chapou para o gol, sem qualquer possibilidade de defesa para Roebuck.

Próximos compromissos

Com o título da Community Shield Feminina em mãos, o Chelsea vai estrear no Campeonato Inglês diante do Manchester United no próximo domingo (6), fora de casa, às 10h.

O vice-campeão Manchester City, por sua vez, quer esquecer o mau começo na temporada 2020-21 e enfrentará o Aston Villa no mesmo dia e horário.

VAVEL Logo