Espanha domina Ucrânia e lidera grupo da Alemanha na Nations League
Foto: Divulgação / RFEF

Invicta desde novembro de 2018, a Espanha conquistou mais uma vitória neste domingo (6), quando goleou a Ucrânia por 4 a 0, com dois gols de Sergio Ramos, no Estádio Alfredo Di Stefano, em Madrid.

Desde que perdeu para a Croácia, a seleção espanhola acumula dez vitórias e dois empates. O último deles foi nesta semana na estreia da temporada 2020-21 da Nations League.

Com sete mudanças em relação ao time que começou jogando contra a Itália, a Espanha de Luis Enrique mostrou mais dinâmica, chegou a quatro pontos e atingiu a liderança do grupo A1. O placar poderia ser ainda mais elástico caso Andriy Pyatov não tivesse defendido as bolas de Dani Olmo, Reguilón e Merino, uma das novidades na escalação.

A seleção espanhola demorou apenas três minutos para abrir o placar e definiu a vitória na primeira meia hora de jogo. Sergio Ramos marcou duas vezes, sendo o primeiro ao converter pênalti e o outro de cabeça após cruzamento de Dani Olmo. Em jogada pela ponta esquerda, o destro Ansu Fati limpou a jogada e bateu colocado para fazer o terceiro.

A Ucrânia pouco incomodou durante a primeira etapa. O time apenas trocava passes, sem conseguir criar, e cometeu duas faltas. Nas raras vezes em que chegou ao ataque, Kryvtsov tentou de cabeça e depois a De Gea pegou a finalização de canhota de Mykhaylichenko. Enquanto isso a Espanha ditava o ritmo da partida, com 69% de posse de bola e 12 finalizações, sendo quatro delas na direção do gol.

No segundo tempo a Fúria administrou o resultado e realizou três substituições. Um dos que ganhou oportunidade foi Ferrán Torres, que completou o placar dez minutos após entrar em campo. O meio-campista recém-contratado pelo Manchester City apareceu livre dentro da área e aproveitou uma bola mal afastada pela zaga para bater no canto esquerdo de Pyatov.

O que vem por aí

A próxima data Fifa é em outubro e a Espanha entra em campo diante de Portugal e Suíça, dias 7 e 10, sendo que o primeiro jogo é em Lisboa. Já os ucranianos enfrentam a Alemanha no mesmo dia 10 em Kiev.

VAVEL Logo