Na reedição da final de Copa do Mundo, França vence Croácia pela Nations League
Antoine Griezmann foi o destaque da partida (Foto: Divulgação / UEFA Nations League)

Após ter vencido a Suécia por 1 a 0 na primeira rodada, a França entrou em campo para não se afastar de Portugal na briga pela liderança no grupo A-3 e manter o recorde de 13 jogos invicta no Stade de France. O time croata, que buscava a recuperação da goleada sofrida contra a seleção portuguesa (4 a 1), acabou sofrendo quatro gols novamente e está na zona de rebaixamento do grupo por conta do saldo negativo de gols.

Um dos grandes pontos de atenção da partida foi a entrada do meia Eduardo Camavinga durante o segundo tempo. Com apenas 17 anos de idade, ele se tornou o jogador mais jovem a vestir a camisa dos Bleus.

Pressão inicial e virada no fim

Mesmo jogando fora de casa, os croatas não se acanharam e começaram a partida pressionando os franceses em busca do primeiro gol. Apesar da posse de bola ter se mantido muito parelha (45% - 55%) nos 15 primeiros minutos de jogo, os visitantes conseguiram fazer bom uso do seu estilo de jogo e abriram o placar logo aos 16’, sem mesmo deixar que os franceses finalizassem uma vez, com belo gol de Dejan Lovren.

Agora atrás do placar e sem contar com Mbappé (cortado por Covid), a França passou a buscar o jogo e quase empatou a partida aos 33’, após erro de saída de bola da Croácia, mas Griezmann teve a sua finalização abafada e posteriormente cortada pela defesa croata. Apesar de não ter criado muitas chances, a França chegava com qualidade e buscou o empate com Griezmann aos 43’, após duas boas triangulações em velocidade que deixaram o camisa sete na cara do gol. Minutos depois, aos 45’, veio a virada, quando Ben Yedder cruzou rasteiro na medida para Martial empurrar para o fundo do gol.

Esboço de reação e placar de final de Copa

O início do segundo tempo foi muito semelhante ao início do primeiro, com a Croácia buscando manter a posse de bola para chegar ao gol, e logo aos 55’, Kovacic fez uma ótima enfiada de bola para encontrar o ponta Josip Brekalo avançando, e apesar dele logo ter sido cercado por três defensores, conseguiu finalizar e empatou o jogo.

A alegria croata, no entanto, não durou muito. Aos 65’, após boa cobrança de escanteio do Griezmann, Upamecano subiu sozinho e testou com força para baixo. O goleiro Dominik Livakovic até chegou na bola, mas não conseguiu impedi-la de entrar. Novamente à frente do placar, a França conseguiu se manter mais agressiva e incisiva, tendo uma alta quantidade de finalizações e um bom percentual de chutes corretos ao gol. Aos 75’, os Bleus tiveram um pênalti polêmico marcado a seu favor quando a bola bateu na mão de um dos zagueiros adversários e, Giroud, que havia entrado no lugar do Griezmann, aproveitou a chance e cobrou muito bem para marcar o quarto gol francês.

O destaque da partida

Com um gol, uma assistência, três finalizações e quatro passes decisivos, Antoine Griezmann foi o grande nome da partida.

As duas seleções entrarão em campo novamente no dia 11 de Outubro, quando França e Portugal duelarão pela liderança do grupo no Stade de France e a Croácia receberá a Suécia no Stadion Maksimir, em Zagreb.

VAVEL Logo