Arsenal tem dificuldades para encontrar espaços, mas vence West Ham em clássico londrino
Foto: Divulgação/Premier League

O Arsenal não teve vida fácil na tarde deste sábado (19). Pela segunda rodada da Premier League, os Gunners venceram o West Ham por 2 a 1, no Emirates Stadium. Aubameyang e Nketiah garantiram os três pontos para o time de Mikel Arteta. Já Antonio fez o tento de honra pelos Hammers.

Apesar do triunfo, o clássico londrino foi equilibrado e teve oscilação nos domínios. Os comandados de David Moyes finalizaram mais vezes - 14 contra 7 - , mas acabaram pecando em momentos decisivos. Por sua vez, o Arsenal apostou no ataque oferecido do lado esquerdo para sair com o triunfo.

Estratégias

Mikel Arteta precisou fazer modificações no time antes da bola rolar. Tierney sentiu o quadril e deu lugar a Kolasinac. Mesmo com a mudança entre os titulares, o esquema permaneceu o mesmo: 3-4-3. O teuto-bósnio formou  a zaga com Holding e Gabril. Bellerín, Ceballos, Xhaka e Saka formavam o meio-campo, enquanto o ataque era comandado por Willian, Lacazette e Aubameyang.

David Moyes formou uma linha defensiva com cinco jogadores: Fredericks, Diop, Ogbonna, Cresswell e Masuaku. O meio era preenchido com Bowen, Soucek, Rice e Fornals. Sozinho no ataque, Antonio atuava mais centralizado.

O jogo

West Ham não ligou de ser o visitante, logo, pressionou o Arsenal e empurrou todos os dez jogadores de linha para marcar em seu campo defensivo. Os Hammers trocou passes, mais com cautela. Em uma descida pela direita, acabou ganhando escanteio. Ogbonna aproveitou a cobrança para testar o goleiro Leno, defendeu no meio da baliza.

Quando possuía o domínio do jogo, os Gunners demoravam para criar e por sua vez, dependia de William que tentava jogadas verticais, porém sem grande sucesso. Aos 15’, a equipe de David Moyes interceptou o avanço no meio-campo. Bowen foi lançado na entrada da área, matou no peito, mas acabou perdendo o equilíbrio em disputa com Gabriel e desabou no chão. 

A melhor oportunidade do Arsenal ocorreu aos 24’. Saka enfiou para Aubameyang na esquerda. Ele chegou à linha de fundo e cruzou na medida para Lacazette inaugurar o placar. Os mandantes conseguiram despertar com o lance. Willian esperou até o momento em que Saka desvencilhou-se da marcação para inverter a jogada. O jovem invadiu a área e bateu cruzado por cima do travessão.

Nos minutos finais, acabou sendo a vez do West Ham segurar as investida do rival. Quando partiu ao ataque, conseguiu deixar tudo igual. Em jogada rápida, Bowen trabalhou com Fredericks, que cruzou rasteiro. Antonio tomou à frente de dois marcadores e desviou com a ponta da chuteira

Os times retornaram ao campo em busca da virada. Enquanto o Arsenal rodava a bola, o West Ham optou sair nos contragolpes. Aos 53’, Soucek alçou para Antonio da intermediária. O atacante passou nas costas de Gabriel e desviou. Leno defendeu à queima-roupa. Os donos da casa até tiveram oportunidade de finalizar logo em seguida. Willian disparou no meio, ao invés do chute, tocou para Lacazette, que dentro da área, buscou Aubameyang. A defesa dos visitantes agradeceram a indecisão, no qual tiveram facilidade em afastar.

Tendo dificuldades de infiltrar pelo meio, os  Hammers abusavam nos lançamentos. Por pouco, não veio a virada. Soucek tocou de cabeça, mas Bowen pegou mal com a direita - ele finaliza melhor com a canhota-, e Gabriel apareceu no meio do caminho para rebater.

Willian acabou sendo sacado para entrada de Pépé. O brasileiro teve dificuldades de encontrar espaço e foram poucos os momentos em que conseguiu atuar com liberdade. Com a entrada do ponta, era para apostar nos avanços pelo corredor da direito, algo que não foi visto. Já no outro extremo, surgiu Nketiah, salvador da pátria. Ceballos fez boa movimentação e recebeu livre de Saka. O espanhol cruzou rasteiro para o atacante arrematar no gol vazio.

Classificação e próximos compromissos

O Arsenal conquistou sua segunda vitória consecutiva. Somando seis pontos, os Gunners figuram a vice-liderança. Na parte de baixo da tabela, o West Ham é o 18º, sem nenhuma pontuação.

No próximo sábado (26), os Hammers irão receber o Wolverhampton, no estádio Olímpico de Londres. Na segunda-feira (28), a equipe de Mikel Arteta encara o Liverpool, em Anfield.

VAVEL Logo