No sufoco, Real Madrid provoca primeira derrota do Betis em LaLiga
Foto: Real Madrid CF

Após empate sem gols na estreia de LaLiga, o Real Madrid voltou a campo neste sábado (26) e somou os primeiros três pontos na competição ao superar o Betis por 3 a 2.

O resultado interrompeu a sequência positiva do Betis no início do Campeonato Espanhol - até então eram duas vitórias, sobre Alavés e Valladolid. A equipe comandada por Manuel Pellegrini não havia sofrido gols nas primeiras rodadas e até começou melhor do que os madrilenhos.

Dois brasileiros começaram jogando - o lateral-direito Emerson, no Betis, e o meio-campista Casemiro, do Real Madrid. O defensor recebeu o primeiro cartão amarelo ao pisar no tornozelo do compatriota em jogada no meio de campo.

Zidane surpreendeu na escalação ao deixar os brasileiros Rodrygo e Vinicius Jr no banco. Modric também começou entre os reservas. Sendo assim, o Real Madrid tinha no meio de campo Casemiro, Valverde, Kross e Odegaard, sendo que este último era o mais adiantado, e na frente Jovic ao lado de Benzema.

Enquanto isso, William Carvalho, Fekir e Canales comandavam o Betis. A novidade na equipe foi a entrada de Sanabria na vaga de Borja Iglesias, que até então era titular.

O jogo começou quente. Benzema protagonizou as primeiras chances do Real Madrid. Logo aos dois minutos, ele balançou a rede ao escorar cruzamento de Mendy que veio da esquerda, mas a arbitragem anulou porque o centroavante francês estava em posição de impedimento. Na sequência, Courtois evitou o primeiro gol ao defender com o braço direito uma cabeçada à queima-roupa de Sanabria. 

Benzema então saiu da área, confundiu a marcação do rival e criou a jogada do primeiro gol. Ele foi à linha de fundo e Valverde apareceu como elemento surpresa dentro da área para fazer o primeiro gol dele em 2020. O uruguaio não balançava a rede desde novembro de 2019, quando marcou no 3 a 1 diante da Real Sociedad.

No minuto seguinte, Benzema mudou de lado e criou mais uma jogada de perigo. Ele cruzou na área, Bartra afastou parcialmente, mas a bola caiu no pé de Sergio Ramos, que estava na marca do pênalti. Ele chutou cruzado, mas pegou mal na bola e ela saiu à esquerda de Joel Robles.

O Betis conseguiu reagir na reta final do segundo tempo, quando virou o jogo em dois minutos. Destaque do time na etapa inicial, Canales armou a jogada e cruzou para Mandi, que subiu junto com Casemiro e empatou de cabeça aos 35. Na sequência, o camisa 10 apareceu na intermediária e lançou Fekir na ponta esquerda. Ele tocou para William Carvalho dentro da área, que marcou o segundo. O goleiro Courtois ainda resvalou na bola, que entrou no canto direito dele.

Com a desvantagem no placar, Zidane ainda foi obrigado a fazer a primeira substituição ainda no primeiro tempo, quando Toni Kross sentiu uma lesão e Modric entrou em campo. Ainda na primeira etapa, Emerson teve um choque de cabeça com Casemiro e foi atendido fora de campo, mas voltou para a partida.

Isco entrou na vaga de Odegaard, que assim como Jovic estava apagado no Real Madrid. O empate veio em gol contra de Emerson, que estava pressionado por Benzema e viu a bola bater em seu pé esquerdo após um cruzamento de Carvajal. O lance surpreendeu Joel Robles, que nada pode fazer. 

A situação do Betis piorou aos 20 minutos, quando Emerson derrubou Jovic na meia-lua e recebeu o cartão vermelho direto. O sérvio partia em direção ao gol, então a arbitragem conferiu o lance no VAR e expulsou o brasileiro. Sergio Ramos bateu a falta e a bola passou pela barreira, mas passou à esquerda de Robles.

A expulsão obrigou Pellegrini a trocar o atacante Sanabria por Martín Montoya para recompor a defesa. Mesmo assim o Betis ainda criou chances e a partida caminhava para o empate, até que aos 35 minutos, a arbitragem marcou toque de mão de Bartra em dividida com Borja Mayoral dentro da área. O capitão Sergio Ramos bateu e definiu a vitória do Real Madrid.

O Betis volta a campo na terça-feira (29), quando encara o Getafe fora de casa. Já o Real Madrid terá um dia a mais de descanso e pega o Valladolid na quarta-feira (30).

Neste momento, o Granada lidera a competição com seis pontos, sendo duas vitórias. O time ainda joga nesta rodada - enfrenta o Atlético de Madrid neste domingo (27).

VAVEL Logo